G1 Mundo

Incêndio destrói prédio da Antiga Bolsa de Copenhague, um dos marcos da cidade

today16 de abril de 2024 6

Fundo
share close

A torre, de 54 metros, que tinha o formato de caudas de quatro dragões entrelaçadas em espiral, havia sido encomendada pelo rei Cristian IV e construída entre 1619 e 1640. As cenas lembraram a destruição do teto da catedral de Notre-Dame, em Paris, em 2019.

O edifício é uma das construções mais antigas de Copenhague e passava por obras de restauração. O local abrigava diversas obras de arte e peças de valor histórico. Ainda não há informações sobre as causas do incêndio.

Torre de prédio histórico de Copenhague é envolto pelas chamas antes de desabar em incêndio — Foto: Ida Marie Odgaard/Ritzau Scanpix via AP



O prédio, próximo do Parlamento da Dinamarca, abrigou a sede da Bolsa de Copenhague até a década de 1970 e é atualmente a sede da Câmara de Comércio Dinamarquesa.

A polícia isolou parte do centro da capital, para ajudar os bombeiros na operação de combate às chamas.

Bombeiros, funcionários da Câmara de Comércio — incluindo o seu CEO, Brian Mikkelsen — e até populares eram vistos nas ruas carregando grandes pinturas para longe do incêndio, em uma corrida para salvar o maior número de peças do fogo.

“Estamos salvando tudo o que podemos”, disse o chefe do corpo de bombeiros, Jakob Vedsted Andersen.

“Estamos diante de um cenário terrível”, afirmou a Câmara de Comércio, em nota.

Prédio da Antiga Bolsa de Valores de Copenhague, na Dinamarca, antes do incêndio — Foto: Reprodução/Google Street View

O edifício foi construído originalmente, no século 17, para abrigar tendas onde se vendiam mercadorias como chá e especiarias.

“Pensava-se que muito ouro seria trazido para a Dinamarca, e por isso eles colocaram imagens de dragões no teto, pois eles são conhecidos por proteger o ouro”, explica a pesquisadora Ulla Kjaer, do Museu Nacional da Dinamarca.

A espiral também possuía, três coroas no topo, simbolizando os reinos da Dinamarca, Noruega e Suécia.

“Essa espiral é absolutamente icônica e não há outra parecida no mundo”, diz Kjaer.

A presença de imagens de dragões no teto é vista como uma proteção simbólica contra os inimigos e também contra o fogo, segundo a explicação fornecida pela Câmara de Comércio em seu site.

“Uma parte importante da nossa herança arquitetônica estava e ainda está em chamas”, escreveu o rei Frederik em sua conta no Instagram. “Por gerações, a espiral característica em forma de dragão ajudou a caracterizar Copenhague como ‘a cidade das torres’.”




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

apos-ataque-no-libano,-israel-reune-gabinete-de-guerra-novamente-para-discutir-resposta-ao-ira

G1 Mundo

Após ataque no Líbano, Israel reúne gabinete de guerra novamente para discutir resposta ao Irã

O gabinete, formado após o ataque do Irã, discutirá que tipo de retaliação fará. A intenção do governo israelense é realizar uma ofensiva que atinja o território iraniano mas que não seja forte o suficiente para provocar uma nova guerra no Oriente Médio, segundo fontes do gabinete ouvidos pela agência de notícias Reuters. Líderes ocidentais pediram prudência ao governo israelense para evitar uma escalada ainda maior das tensões na região […]

today16 de abril de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%