Prefeitura de Guarujá

Iniciativa em Guarujá estimula alunos a conhecerem Estatuto da Criança e do Adolescente 

today26 de outubro de 2022 17

Fundo
share close

Ação acontece por meio do Projeto “Cidadania, E.C.A. e essas Cores Amarelo e Rosa?”, que envolve cerca de 140 estudantes do 6º ano da Escola Municipal Maria Aparecida de Araújo, no Morrinhos

Em Guarujá, não precisa ser adulto para entender de leis. Na rede municipal de ensino, crianças e adolescentes podem e devem saber dos seus direitos, através do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A iniciativa é possível por meio do Projeto “Cidadania, ECA e essas Cores Amarelo e Rosa?”, da Escola Municipal Maria Aparecida de Araújo (Morrinhos II).

No último dia 21, cerca de 140 estudantes do 6º ano da Unidade receberam, através do Projeto, diversas palestras de especialistas e convidados. O encontro aconteceu no Centro de Atividades Educacionais e Comunitárias (Caec) Professor André Luiz Gonzalez.

O “Cidadania, ECA e essas Cores Amarelo e Rosa?” é conduzido pelo professor da escola, Danilo de Moraes. Ele conta que a iniciativa surgiu no terceiro bimestre deste ano. “O objetivo é apresentar a esses jovens os conceitos de cidadania e democracia, o que é muito importante na idade deles. Todos se encantaram quando inserimos os gibis nas atividades”, contou, se referindo à edição que trata especificamente, de maneira lúdica, do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Antonio César Braga tem 12 anos e aprendeu muito com o Projeto. “Agora eu sei que as crianças já possuem direitos desde a barriga da mãe”, contou o adolescente. Já para Emilly Vitória dos Santos Fontes, 11 anos, “a ação foi uma oportunidade para nós, crianças, de aprendermos mais que temos direitos como saúde, educação, por exemplo”, citou.



No Caec, a psicóloga Cláudia Chelim Marmé iniciou a apresentação falando sobre o Setembro Amarelo. “Estamos aqui para alertá-los quanto aos sintomas físicos, que podem ser indícios de uma depressão. E, principalmente, para dizer que tudo se resolve e tem solução”.

Já a advogada Roberta Bomfim abordou temas como bullying (e cyberbullying), direitos e boa convivência. “As crianças e adolescentes são sujeitos com direitos, mas também com deveres. É importante mantermos a boa convivência entre colegas e, por isso, é necessário respeitarmos uns aos outros”.

A apresentação do Projeto contou ainda com palestras ministradas pelo presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Marco Antônio Magalhães; e do presidente do Conselho Municipal da Juventude, Marcos Vinicius de Jesus.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Prefeitura de Guarujá.

Por: Tiphany

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

jovem-e-agredida-durante-briga-generalizada-motivada-por-‘cantada’-em-casa-noturna:-‘morrendo-de-vergonha-e-revoltada’;-video

G1 Santos

Jovem é agredida durante briga generalizada motivada por ‘cantada’ em casa noturna: ‘morrendo de vergonha e revoltada’; VÍDEO

Uma jovem foi agredida por um homem durante uma briga generalizada em frente a uma casa noturna em Santos, no litoral de São Paulo (veja o vídeo acima). Segundo ela, que foi ouvida pelo g1, o desentendimento começou dentro do estabelecimento. Um homem, que fazia parte de um grupo, teria 'soltado uma graça' para ela e o namorado tentou defendê-la. A briga entre dezenas de jovens aconteceu na Avenida Vicente […]

today26 de outubro de 2022 44

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%