G1 Mundo

Investigação da Holanda vê ‘fortes indícios’ de que Putin forneceu míssil que derrubou voo MH17

today8 de fevereiro de 2023 23

Fundo
share close

Boeing que fazia um voo comercial de Amsterdam para Kuala Lumpur, foi derrubada em 2014 por rebeldes pró-Rússia no leste da Ucrânia, que confundiram aeronave civil com uma de guerra. Ucrânia disse que buscará meios legais para incriminar líder russo.


Policiais observam destroços do avião da Malasya Airlines que foi abatido por engano por separatistas pró-Rússia quando sobrevoava a região do Donbass, em julho de 2014. — Foto: Reprodução.



A comissão da Holanda que investiga a queda do voo MH17 da Malasya Airlines em 2014 afirmaram nesta quarta-feira(8) que há “fortes indícios” de que o presidente russo, Vladimir Putin, decidiu fornecer aos separatistas ucranianos o míssil que derrubou o voo.

“Há fortes indícios de que o presidente russo decidiu fornecer o Buk TELAR aos separatistas da RPD”, disse a equipe internacional de investigação conjunta (JIT) em um comunicado, referindo-se à autoproclamada República Popular de Donetsk, no leste da Ucrânia.

Todas as 298 pessoas a bordo do avião, incluindo 196 holandeses, morreram.

Nesta quarta-feira, os investigadores anunciaram que suspenderam a investigação sobre a queda do voo porque não possuem provas suficientes para processar outros suspeitos.

“A investigação chegou ao seu limite, todas as pistas foram esgotadas, então a investigação foi suspensa. As provas são insuficientes para prosseguir com o processo”, disse a promotora holandesa Digna van Boetzelaer durante entrevista coletiva em Haia.

Em novembro, um tribunal holandês condenou à revelia três homens – dois russos e um ucraniano – à prisão perpétua pela queda do avião.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

video:-bebe-recem-nascido-e-resgatado-com-vida-em-hatay,-na-turquia

G1 Mundo

VÍDEO: Bebê recém-nascido é resgatado com vida em Hatay, na Turquia

Após o terremoto, criança ficou presa, mas equipes de resgate conseguiram retirá-la dos escombros. Bebê recém-nascido é salvo dos escombros em Hatay, na Turquia Um bebê recém-nascido foi resgatado dos escombros em Hatay, uma cidade no sudoeste da Turquia que está entre as mais atingidas pelo terremoto que derrubou milhares de prédios e matou mais de 11 mil pessoas. As equipes de resgate trabalharam na escuridão de Hatay nas primeiras […]

today8 de fevereiro de 2023 38

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%