G1 Mundo

Irmã de brasileira desaparecida em Paris diz que falava com ela todos os dias: ‘Estamos angustiados’

today16 de maio de 2023 9

Fundo
share close

Passados nove dias desde o desaparecimento, a irmã Maria Aparecida, de 52 anos, relatou a aflição da família com a falta de notícias de Fernanda.

“Nós todos estamos angustiados. Falávamos com ela todos os dias e, de repente, ela desapareceu. Foi uma surpresa, um mistério ela ter sumido assim”, conta.

O último contato com os familiares foi no dia 3 de maio. “Conversamos rapidamente porque ela estava no metrô. Ela disse que me ligava assim que chegasse em casa, mas não ligou. Depois, não consegui mais contato”, contou. A brasileira se mudou para a França em abril do ano passado e deixou um filho de 23 anos e um casal de netos no interior de SP.



Um dos cartazes espalhados por Paris durante mutirão de busca da brasileira Fernanda Santos Oliveria, que desapareceu em Paris, em 6 de maio de 2023. — Foto: Association Femmes de la Résistance

Segundo a irmã, Fernanda mora há pouco mais de um ano em Boulogne-Billancourt, região do subúrbio de Paris. “Ela foi em abril do ano passado, viveu um tempo com uma parente nossa e acabou ficando por lá. Essa pessoa foi para os Estados Unidos e ela ficou morando sozinha. Arrumou um lugar e um emprego”, contou a irmã.

Na capital francesa, Fernanda conseguiu um emprego em restaurante de culinária portuguesa e mantinha ainda dois bicos como faxineira. Contanto, vivia ilegalmente no país e estava em busca de regularizar a situação.

Fernanda Santos de Oliveira, natural de Botucatu (SP), está desaparecida desde o dia 6 de maio — Foto: Arquivo Pessoal

“Estava feliz, morava perto do Rio Sena e da Torre Eiffel, num lugar bom. Ela queria regularizar o visto dela e ficar por lá mesmo”, diz Maria.

Desde o dia 5 de maio, Fernanda não aparece para trabalhar. Já os familiares afirmam que Fernanda foi vista pela última vez por vizinhos no dia 6. Na ocasião, ela saiu de casa sem documentos e celular, levando apenas uma bolsa de mão, um trotinete – semelhante a um patinete elétrico – e o passaporte.

Fernanda Santos de Oliveira, de Botucatu (SP), está há 9 dias desaparecida em Paris — Foto: Arquivo Pessoal

O g1 entrou em contato com o Consulado Brasileiro na capital francesa, que em, em nota, afirmou que acompanha o caso desde quinta-feira (11), após contato de familiares.

Ainda no comunicado, o Consulado pontuou que buscas diárias estão sendo realizadas junto à polícia, hospitais e Instituto Médico Legal. No entanto, sem resultado até o momento. O desaparecimento também foi comunicado à polícia francesa, que registrou dois boletins de ocorrência.

Desaparecimento de brasileira em Paris vem mobilizando amigos na França — Foto: Arquivo Pessoal

Busca por brasileira desaparecida em Paris já passou do 8º dia — Foto: Arquivo Pessoal

Membros de associações brasileiras na França, amigos e colegas de trabalho espalharam cartazes com a foto de Fernanda em pontos estratégicos da cidade. Eles também divulgaram fotos da brasileira em jornais franceses. Nas redes sociais, as organizações pedem informações sobre o sumiço de Fernanda.

Não há informações concretas sobre o paradeiro da brasileira. As autoridades francesas seguem investigando o caso.

Associações na França mobilizam buscas por brasileira desaparecida em Paris — Foto: Instagram/Reprodução

VÍDEOS: Assista às reportagens da TV TEM




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

incendio-deixa-pelo-menos-6-mortos-em-hostel-na-nova-zelandia

G1 Mundo

Incêndio deixa pelo menos 6 mortos em hostel na Nova Zelândia

Um incêndio em um hostel em Wellington, na Nova Zelândia, deixou ao menos 6 mortos nesta terça-feira (16), horário local. Onze pessoas ainda estão desaparecidas. Em comunicado, o Serviço de Bombeiros e Emergências da Nova Zelândia (Fenz) afirmou que 52 pessoas foram localizadas até o momento e o número de vítimas pode aumentar. O fogo começou no último andar do Loafers Lodge, de 92 quartos, pouco depois da meia-noite. As […]

today16 de maio de 2023 15

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%