G1 Santos

Irmã de Pelé conta como foi a despedida e o que conversaram no último encontro

today30 de dezembro de 2022 42

Fundo
share close

A irmã de Pelé, Maria Lúcia Nascimento, afirmou que o Rei do Futebol morreu “em paz”, e contou detalhes sobre a última conversa com ele, já no Hospital Albert Einstein, em São Paulo (leia abaixo). Segundo ela, a mãe, Celeste Arantes, ainda não sabe sobre a morte do filho.

Maria Lúcia afirmou que, no último encontro com o irmão, que aconteceu pouco antes da morte, na última quinta-feira (29), Pelé parecia calmo. “Ele estava tranquilo, graças a Deus, acho que sabendo do processo, da caminhada dele”.

Falei: ‘logo eu volto’. E ele disse: ‘tá bom’. Então falei: ‘Fica com Deus’ e ele respondeu: ‘obrigado, vai com Deus’. Foi assim a última vez que eu falei com meu irmão.



— Maria Lúcia Nascimento, irmã de Pelé

Lutando contra um câncer no cólon desde o ano passado, o Rei do Futebol teve ‘o tempo de Deus’ para partir. Isso é o que crê a irmã. “Todos nós vamos um dia, mas ele teve o tempo de Deus para que quando fosse, fosse tranquilo e em paz, junto com os filhos e os netos”.

“Quando Deus chama, a gente deve estar preparado para dizer: chegou a minha hora”, disse Maria Lúcia.

Aos 78 anos, Maria Lúcia é a caçula da família. Para ela, não há palavras que descrevam como é ser irmã de Pelé. “Primeiramente sou irmã do Edson, Edson querido, de uma família unida. Ser irmã do Pelé é inexplicável, porque ele foi escolhido por Deus para representar o Pelé aqui na Terra”, declara.

Nascida em São Lourenço (MG), ela lembra que Pelé é conhecido como ‘Dico’ na família: “Minha avó paterna Ambrosina que deu esse apelido”.

Mãe de Pelé, Celeste Arantes mora em Santos (SP), ao lado da filha, Maria Lúcia — Foto: Nirley Sena/A Tribuna Jornal

Ela contou também que cresceu com os irmãos em Bauru (SP), rodeada de amigos. “Tivemos uma infância muito feliz, graças a Deus uma família unida, com muito respeito um pelo outro e uma educação que poucos tiveram”, ressalta.

De acordo com Lúcia, os pais Celeste e Dondinho jamais brigaram ou discutiram na frente dos filhos. A irmã relembra que a paixão do Atleta do Século 20 pelo futebol é de infância.

“Pelé levado, sempre estava na rua, jogando bola no campinho”, afirmou.

Apesar de não ser muito ligada ao mundo do futebol quando criança, ela diz que a família sempre acompanhou o Rei na carreira.

“Na Copa de 1958 eu estava com 13 anos e foi quando fui sentir o movimento dele nessa fase de jogador, que realmente nasceu pra isso”.

Lúcia se mudou para Santos no início da década de 1960, onde mora até hoje com a mãe Celeste. Questionada sobre como a matriarca recebeu a notícia da morte do filho, ela revelou para a reportagem que a mãe não está sabe da partida dele.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

bacalhau,-polvo-grelhado-e-mais:-conheca-os-pratos-e-restaurantes-favoritos-de-pele-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Bacalhau, polvo grelhado e mais: conheça os pratos e restaurantes favoritos de Pelé no litoral de SP

Amante de comida caiçara, Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, tinha pratos preferidos, os quais almoçava ou pedia em casa quando sentia vontade. São eles o bacalhau e o polvo grelhado, especialidades do Porta do Sol, o Paquito, no Centro de Santos, no litoral de São Paulo, e o camarão à moda, o último que comeu no Mar Del Plata, na Ponta da Praia. Neste primeiro restaurante, há mais […]

today30 de dezembro de 2022 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%