G1 Mundo

Itamaraty terá Secretaria do Clima, e Brasil tentará sediar COP 30 em 2025, diz futuro chanceler de Lula

today16 de dezembro de 2022 14

Fundo
share close

“A preservação ambiental, e a Amazônia especificamente, é uma prioridade amplamente declarada pelo presidente [Lula], não só na COP 27 mas em todas as suas declarações”, disse.

“E na política exterior, também será um tema de grande importância. Eu pretendo inclusive criar uma secretaria dentro da estrutura do Ministério das Relações Exteriores que se encarregará de clima, meio ambiente e energia. Para que esses temas sejam tratados de forma conjunta”, afirmou.

As secretarias de um ministério são instâncias de alto nível, submetidos apenas ao próprio ministro e ao secretário-geral de cada pasta. O futuro ministro não indicou quem deverá comandar esse setor.



Vieira também disse ter recebido orientação expressa de Lula para que o Brasil se candidate para sediar a Cúpula do Clima de 2025 (COP 30), que deverá ser na América Latina.

Na COP 27, realizada no Egito em novembro, Lula compareceu como presidente eleito e anunciou a intenção de criar uma cúpula para os países da Amazônia Legal, também sediada na região amazônica.

“Da mesma forma, ele [Lula] declarou que vai trazer para o Brasil a COP 30, que é em 2025 e cabe à América Latina. Ele me deu instruções para que se apresente formalmente, a partir de 1º de janeiro, a candidatura do Brasil”, disse.

Mauro Vieira: quem é o novo ministro das Relações Exteriores

Mauro Vieira: quem é o novo ministro das Relações Exteriores

Na entrevista, Mauro Vieira também disse ter recebido instruções de Lula para se reaproximar da América do Sul – e da América Latina, em um segundo momento – e reposicionar a África como uma prioridade da política externa.

“Evidentemente, tenho que citar a relação com os nossos parceiros tradicionais, que são os Estados Unidos, a União Europeia e a China, que temos também que ter relações atualizadas e modernas com os três”, citou.

Vieira negou que tenha qualquer intenção de promover alguma “caça às bruxas” contra diplomatas de orientação política bolsonarista, e disse que vai agir a partir de janeiro para cumprir as missões dadas por Lula de se aproximar das nações no entorno do Brasil.

“A linha do discurso é exatamente de enfatizar as prioridades que o presidente Lula me deu. Intensificar as relações com o nosso entorno imediato – América do Sul e Mercosul –, a questão climática, a África como prioridade e também as relações com os três grandes polos”, enumerou.

“Com relação a revogaço, algumas coisas teremos que mudar. […] Há algumas iniciativas que terão de ser revogadas. Nós deixamos de fazer parte da Celac, nós vamos imediatamente reverter isso e dizer que o Brasil volta a participar“, citou.

A Celac é a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos, fundada em 2010 pelos governos de esquerda à época na América Latina.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

brasileira-que-participou-do-big-brother-dos-eua-nao-descarta-estar-no-bbb-23:-‘nunca-se-sabe’

G1 Santos

Brasileira que participou do Big Brother dos EUA não descarta estar no BBB 23: ‘nunca se sabe’

Indy Santos, a primeira brasileira a participar do Big Brother dos Estados Unidos, conversou com o g1 nesta sexta-feira (15) e falou com orgulho sobre suas origens e trabalho social. A jovem, que nasceu em Santos, no litoral de São Paulo, e foi criada no Morro do Pacheco, realizou o sonho de participar de um reality show, mas não descartou repetir a dose se convidada para o BBB 23: "Never […]

today16 de dezembro de 2022 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%