G1 Mundo

Juiz do Texas decide que distrito escolar pode punir adolescente negro por estilo de cabelo

today23 de fevereiro de 2024 3

Fundo
share close

Um juiz do estado do Texas, nos Estados Unidos, decidiu nesta quinta-feira (22) que um distrito escolar da região da cidade de Houston não violou uma nova lei estadual contra discriminação ao punir um estudante negro por se recusar a mudar seu estilo de cabelo, disse a imprensa local. 

Distrito escolar é um órgão reponsável pelas escolas de uma determinada região nos EUA.

O Distrito Escolar Independente da região de Barbers Hill, em Austin, decidiu suspender o aluno Darryl George, de 18 anos, porque ele usa tranças no topo da cabeça. Ele foi suspenso em agosto e enviado para um programa disciplinar durante todo o ano letivo. 



Durante o primeiro dia do julgamento, o juiz Chap Cain decidiu que o distrito escolar não violou o a lei do estado que proíbe discriminação de cabelo baseada em raça, de acordo com o veículo de imprensa. 

“Tenho sentido muitas emoções — raiva, tristeza”, disse George, ao entrar no tribunal nesta quinta-feira, segundo a “Houston Public Media”.

“É uma sensação muito solitária ser a única pessoa presa em uma sala o semestre inteiro, o ano inteiro.”

Recentemente, cresceu apoio nos EUA a legislações que proíbem discriminação de cabelo baseada em raça, especificamente em texturas e estilos associados a uma determinada raça ou origem nacional.

O Texas é um dos 24 Estados que aprovaram leis proibindo esse tipo de discriminação, segundo o Instituto de Política Econômica. O Texas aprovou a lei em maio de 2023. 

A União America pelas Liberdades Civis do Texas escreveu nas redes sociais nesta quinta-feira que o distrito escolar “tem repetidamente atrapalhado a educação de estudantes negros no distrito por causa de seus códigos de vestimenta discriminatórios”. 




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

daniel-alves-pode-trocar-parte-da-pena-na-espanha-por-expulsao-para-o-brasil,-diz-advogado-do-caso-‘la-manada’

G1 Mundo

Daniel Alves pode trocar parte da pena na Espanha por expulsão para o Brasil, diz advogado do caso ‘La Manada’

Becerra foi o advogado que defendeu cinco homens condenados por abusar de uma mulher em 2016, em um caso que ficou conhecido como La Manada. À prióri, a Justiça os condenou a 9 anos de prisão por abuso sexual e não por estupro, porque o Código Penal espanhol caracterizava estupros apenas em atos com intimidação ou violência. Porém, no ano seguinte, o tribunal anulou as sentenças de instâncias inferiores e […]

today23 de fevereiro de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%