G1 Mundo

Juíza adia por prazo indeterminado julgamento de Trump por reter documentos sigilosos, um dos mais difíceis para ele

today8 de maio de 2024 5

Fundo
share close

Em um dos quatro processos criminais em que Donald Trump é réu, ele é acusado de ter levado para a casa dele, na Flórida, documentos sigilosos que deveriam ter ficado na Casa Branca após a saída dele da presidência dos Estados Unidos, em 2021.

A juíza deste caso decidiu, nesta terça-feira (7), adiar o início de uma fase do processo. O processo contra Trump sobre este caso devia começar em 20 de maio, mas Cannon disse que isso não seria possível devido ao alto número de moções apresentadas perante o tribunal. A magistrada não informou nenhuma data para o início do julgamento.

Com isso, dificilmente o caso vai ser julgado antes das eleições deste ano nos EUA, marcadas para o dia 5 de novembro.



Segundo o jornal “The New York Times”, na teoria, esse é o caso mais difícil para Donald Trump, pois há muitas evidências.

O adiamento era dado como certo –até mesmo o promotor do caso, Jack Smith, reconhecia que seria preciso adiar.

Juíza nomeada pelo próprio Trump

A juíza deste processo, Aileen Cannon, foi nomeada pelo próprio Trump, em 2020. Ela afirmou que as audiências anteriores ao processo vão acontecer até o dia 22 de julho.

Trump afirma que é inocente. A acusação formal é que ele reteve documentos importantes de segurança nacional na mansão dele em Mar-a-Lago, na Flórida e, além disso, obstruiu as tentativas do governo federal de reaver esses documentos.

A juíza ainda precisa tomar uma série de decisões para que o caso vá a julgamento.

Os advogados de Trump já deram duas afirmações sobre a data em que esse caso deveria ser julgado: em um momento, disseram que deveria ser depois das eleições, mas quando a juíza pediu para que eles propusessem um cronograma, eles sugeriram 12 de agosto. Smith, o promotor, afirmou que deveria começar em julho.

A tática dos advogados de Trump em todos os casos em que ele é réu tem sido tentar adiar os processos e apostar na eleição dele na votação deste ano —na presidência, será mais difícil processá-lo.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

argentina-coloca-em-circulacao-nova-nota-de-10-mil-pesos

G1 Mundo

Argentina coloca em circulação nova nota de 10 mil pesos

De acordo com a autoridade monetária, a distribuição das cédulas ocorrerá progressivamente em agências bancárias e caixas eletrônicos de todo o país. O lançamento da nova cédula ocorre em meio à inflação de 287,9% no país — patamar ainda bastante elevado apesar da desaceleração nos últimos três meses. O índice de preços na casa de três dígitos também motivou o banco central da Argentina a lançar uma nota de 20 […]

today8 de maio de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%