G1 Mundo

Justiça proíbe partido surgido de grupo neonazista de participar de eleições na Grécia

today4 de maio de 2023 5

Fundo
share close

A proibição de um partido de participar das eleições é uma novidade desde a restauração da democracia na Grécia em 1974 após sete anos de ditadura dos coronéis, segundo especialistas.


Imagem de julgamento de membros do grupo Amanhecer Dourado, na Grécia, em outubro de 2020 — Foto: Louisa Gouliamaki/AFP



A Suprema Corte da Grécia proibiu, nesta terça-feira (2), a participação nas eleições de 21 de maio de um partido político fundado por um ex-membro da organização neonazista Amanhecer Dourado, que cumpre uma pena de prisão, de acordo com uma fonte judicial.

Ilias Kassidiaris, ex-porta-voz da Amanhecer Dourado e líder do partido de extrema-direita Os Helenos, não poderá concorrer como candidato nas eleições que ocorrerão daqui a três semanas.

Kassidiaris é um ex-deputado do partido neonazista de 2012 a 2019. Mesmo da prisão, ele havia anunciado recentemente sua intenção de concorrer a uma cadeira de deputado na circunscrição central de Atenas.

A decisão da assembleia da Suprema Corte, anunciada por seu presidente, Altan Kokovou, foi tomada por uma maioria de 9 votos contra 1 dos magistrados desta instituição.

A proibição de um partido de participar das eleições é uma novidade desde a restauração da democracia na Grécia em 1974 após sete anos de ditadura dos coronéis, segundo especialistas.

Em fevereiro, o Parlamento adotou uma emenda à lei eleitoral de 2021 que indicava que um partido político não pode participar das eleições se sua liderança foi condenada por pertencer a uma organização criminosa. A decisão final cabia à Suprema Corte.

Antes dessa proibição, Ilias Kassidiaris, que criou sua própria formação meses antes de sua prisão em outubro de 2020, havia denunciado “um golpe de Estado inimaginável contra a democracia” ao deixar de fora da votação “centenas de milhares de eleitores” de seu partido.

Veja abaixo o vídeo sobre a argumentação de um influencer brasileiro a respeito da criação de um partido nazista.

Monark pede desculpa e diz que estava bêbado quando defendeu existência de partido nazista

Monark pede desculpa e diz que estava bêbado quando defendeu existência de partido nazista

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Você deseja continuar recebendo este tipo de sugestões de matérias?




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

conheca-o-mito-e-os-misterios-de-loreley,-a-sereia-assassina-do-rio-reno

G1 Mundo

Conheça o mito e os mistérios de Loreley, a sereia assassina do rio Reno

Conta-se que uma bela jovem passava o dia sentada no alto dele, penteando o cabelo e encantando com seu sedutor canto de sereia os barqueiros que passavam no Reno, levando-os à morte. Muitos alemães têm − mesmo como parte das aulas de literatura na escola − uma ideia geral de quem era essa personagem, imortalizada no famoso poema de 1824 Die Lore-Ley, do escritor Heinrich Heine. Muitos se lembram pelo […]

today4 de maio de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%