G1 Mundo

Lula deve ir à Guiana para cúpula, e diplomatas veem recado para a Venezuela

today24 de janeiro de 2024 3

Fundo
share close

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se prepara para viajar à Guiana para a cúpula da comunidade dos Estados do Caribe (Caricom), que acontece no dia 28 de fevereiro. O bloco é composto por 20 países do Caribe, sendo 15 estados-membro e 5 associados. O Brasil participará como convidado do encontro, já que não integra o bloco.

Lula tem como uma de suas prioridades na agenda externa a integração dos países da América Latina, além do diálogo com países próximos, como os caribenhos.

Em dezembro de 2023, Lula mencionou intenção de participar do encontro, para falar sobre financiamentos e sobre democracia. Mas, segundo fontes do Palácio do Planalto, a ida do presidente à Guiana também é lida como um recado forte à Venezuela de Nicolás Maduro, que reivindica a região de Essequibo, no território guianense.



Venezuela e Guiana se comprometem a não usar força na disputa por Essequibo

Venezuela e Guiana se comprometem a não usar força na disputa por Essequibo

A Venezuela afirma ser a proprietária legítima da região, um trecho de 160 quilômetros quadrados que corresponde a cerca de 70% de toda a Guiana e atravessa seis dos dez estados do país. A área é rica em recursos naturais e biodiversidade. A realização de um referendo na Venezuela no ano passado, ratificando o desejo de anexar a região, reacendeu a disputa de décadas e também o temor de um conflito armado na fronteira com o Brasil.

Nesta quinta-feira (25), os ministros das Relações Exteriores da Guiana e da Venezuela vão participar de um encontro em Brasília, intermediado pelo chanceler do Brasil, Mauro Vieira.

A reunião antecede um segundo encontro entre os presidentes da Guiana, Irfaan Ali, e da Venezuela, Nicolás Maduro, marcada para acontecer também na capital do Brasil, ainda sem data definida.

Os dois presidentes se reuniram pela primeira vez desde o início da crise no dia 14 de dezembro do ano passado.

Ida também à cúpula da Celac

Logo após participar do encontro da Caricom, Lula deve emendar a viagem com a cúpula de outro grupo, a Celac (Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos), que acontecerá no dia 1 de março, em São Vicente e Granadinas.

A expectativa é de que Lula faça uma parada em outro local, no Brasil ou em outro país próximo, no dia 29, um dia livre entre as duas cúpulas, para aproveitar a viagem internacional. Em 2024, ano de eleições municipais, o foco da agenda presidencial está em viagens pelo Brasil.

A agenda internacional deve ficar restrita à América Latina e África, com foco em países em desenvolvimento.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

uma-azeitona,-pacote-de-balas-e-sorvete:-tiktoker-analisa-ultimas-refeicoes-pedidas-por-condenados-ao-corredor-da-morte

G1 Mundo

Uma azeitona, pacote de balas e sorvete: tiktoker analisa últimas refeições pedidas por condenados ao corredor da morte

Considerado pela ONU um meio cruel e desumano de punição, a pena de morte ainda existe em mais de 50 países da Ásia, do Oriente Médio, da África e da América do Norte. Nos Estados Unidos é costume que esses prisioneiros recebam uma última refeição à sua escolha. Na realidade, a refeição é servida um ou dois dias antes da execução e existem algumas limitações. Por exemplo, o álcool e […]

today24 de janeiro de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%