G1 Mundo

Lula e secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, se reúnem em Brasília

today22 de fevereiro de 2024 5

Fundo
share close

Blinken chegou ao Palácio do Planalto pouco depois das 9h e foi recebido por Lula para uma reunião a portas fechadas com assessores dos dois governos. Na pauta, segundo Brasil e EUA, estão “questões bilaterais e globais”.

Questionado pela TV Globo na chegada, Blinken respondeu que estava “ansioso” pelo encontro – mas evitou comentar sobre o conflito entre Israel e Hamas na Faixa de Gaza.

Já dentro da sala, enquanto equipes de reportagens faziam imagens do encontro, Lula perguntou a Blinken sobre a data das eleições presidenciais norte-americanas.



O secretário americano informou que a votação é em novembro e disse que, em razão da polarização no país, grande parte dos votos já está decidida.

“Apenas seis ou sete estados ainda estão em disputa. Então, quase toda a campanha provavelmente será focada em seis ou sete estados como Pensilvânia, Michigan, Wisconsin e Nevada”, relatou Blinken.

Na saída, Blinken disse que a reunião foi produtiva e que a parceria Brasil-EUA é importante, mas não entrou em detalhes sobre a pauta do encontro – e, questionado mais uma vez, não quis falar sobre a Faixa de Gaza.

“Foi uma ótima reunião. Sou muito grato ao presidente pelo seu tempo. Ótima reunião. Os Estados Unidos e o Brasil estão fazendo coisas muito importantes juntos. Estamos trabalhando juntos bilateralmente, regionalmente, mundialmente. É uma parceria muito importante e somos gratos”, declarou Blinken ao deixar o Planalto.

Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, em reunião com Lula no Palácio do Planalto — Foto: Ricardo Stuckert/PR

Essa é a primeira visita do secretário de Estado do governo Joe Biden ao Brasil. Nos Estados Unidos, o Departamento de Estado é o responsável pela política externa do país, equivalente ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil, conhecido como Itamaraty.

O governo americano informou ainda que o secretário deve enfatizar o apoio dos EUA à presidência do Brasil no G20 — grupo que reúne as maiores economias mundiais —, e à parceria entre os dois países nas áreas de direitos trabalhistas e transição energética.

O conflito entre Israel e Hamas, na Faixa de Gaza, contudo, também deve ser tema na pauta da conversa entre Lula e Blinken. Como secretário de Estado, Blinken tem participado das negociações entre países na tentativa de encerrar a guerra.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

israel-e-venezuela,-temas-espinhosos-entre-lula-e-antony-blinken

G1 Mundo

Israel e Venezuela, temas espinhosos entre Lula e Antony Blinken

Estes assuntos mais afastam do que unem os dois. Neto de um judeu húngaro que fugiu de pogroms na Rússia, Blinken tem uma história pessoal com o Holocausto e o antissemitismo. O padrasto Samuel Pisar sobreviveu a quatro anos de confinamento imposto pelo regime nazista em três campos de concentração e teve forte influência na formação do atual secretário de Estado. Falecido em 2015, Pisar relatou sua experiência nos campos […]

today22 de fevereiro de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%