G1 Mundo

Madrugada de frio e quantidade de prédios destruídos dificultam resgate na Turquia e na Síria; contagem de mortos passa de 3 mil

today6 de fevereiro de 2023 40

Fundo
share close

Já foram confirmadas mais de 3.600 mortes: na Turquia, 2.300 morreram, segundo o último balanço do governo; na Síria, foram 1.444, segundo a agência de notícias Reuters.

As autoridades temem que mais pessoas morram antes do amanhecer. Há possibilidade de tremores secundários, e as equipes de resgate ainda procuram sobreviventes entre emaranhados de metal e concreto dos escombros espalhados pela região.

A quantidade de prédios destruídos é grande: milhares de edifícios desabaram em uma área que se estende de Alepo e Hama, na Síria, até Diyarbakir, na Turquia.



Só na Turquia, mais de 5.600 prédios foram destruídos, de acordo com informações de autoridades do país. Hospitais também foram atingidos —um hospital inteiro caiu na cidade de Iskenderun.

Buscas por sobreviventes na cidade de Diyarbakir, na Turquia, em 6 de fevereiro de 2023 — Foto: Sertac Kayar/Reuters

Dezenas de milhares sem casa enfrentam o frio

Dezenas de milhares de pessoas ficaram desabrigadas na Turquia e na Síria, e essas pessoas enfrentam uma noite de frio.

Na terça-feira, a mínima em Gaziantep, na Turquia, deve ser de -3ºC. Em Alepo, na Síria, a mínima prevista é de 1ºC.

Na Turquia, as pessoas que não podem voltar para casa se refugiaram em shoppings, estádios, mesquitas e centros comunitários.

Terremoto mais forte desde 1939

Este terremoto de magnitude 7,8 foi o mais forte desde 1939 na região, que fica sobre várias placas tectônicas. Segundo relatos, o tremor durou mais de um minuto e meio e gerou dezenas de réplicas. A última delas foi outro terremoto de magnitude 7,6 também na região central da Turquia por volta de 13h30 no horário local (07h30 no horário de Brasília).

A profundidade, de cerca de dez quilômetros, e a duração do tremor são dois fatores que explicam a grande destruição provocada – imagens mostram prédios inteiros desabados e municípios amplamente destruídos.

Segundo as autoridades, se sabe que:

  • Segundo o último balanço do governo turco, 2.300 pessoas morreram na Turquia;
  • Na Síria, foram 1.444 mortos, segundo levantamento da agência Reuters;
  • Mais de 5 mil pessoas ficaram feridas, e milhares ainda estão desaparecidas;
  • Até a última atualização desta reportagem, mais de 40 réplicas foram registradas;
  • O epicentro foi a 10 quilômetros da superfície, segundo o Centro Alemão de Pesquisa em Geociências – esta é uma profundidade considerada baixa, muito próxima ao solo, e pode explicar, em parte, o tamanho da destruição provocada;
  • O epicentro do tremor foi no povoado de Kahramanmaras, próximo à cidade de Gaziantep, no sudoeste, bem perto da fronteira com a Síria, e atingiu um raio de cerca de 250 km;
  • O noroeste da Síria também foi fortemente afetado;
  • O tremor também foi sentido em Israel, Chipre e no Líbano;
  • Segundo o governo turco, mais de 45 países já anunciaram que enviarão ajuda humanitária e equipes de busca (leia mais abaixo);

Pessoas procuram conhecidos entre escombros após terremoto. — Foto: Reuters/Sertac Kayar

Equipes de resgate carregam uma pessoa em uma maca em meio aos escombros — Foto: Reuterus

Equipes de resgate e aeronaves da Turquia ainda vasculham toda a região ao redor da cidade de Kahramanmaras.

Edifícios foram danificados e pessoas se reuniram em ruas cobertas por neve para não ficar dentro de prédios, como a televisão estatal TRT mostrou em sua programação.

O presidente da Turquia, Recep Tayip Erdogan, lamentou o episódio.

“Transmito meus melhores votos a todos os nossos cidadãos que foram afetados pelo terremoto que ocorreu em Kahramanmaraş e foi sentido em muitas partes do nosso país. Todas as nossas unidades relevantes estão em alerta sob a coordenação da AFAD”, disse.

Terremoto mata mais de mil pessoas na Turquia e na Síria — Foto: Arte/g1

Após o tremor, o governo turco declarou alerta de nível 4 de emergência nacional, o que significa um pedido de assistência internacional.Diante da solicitação, mais de 45 países já anunciaram ajuda, entre eles os Estados Unidos, Israel e Ucrânia:

  • Estados Unidos: O presidente dos Estados Unidos, Biden, instruiu órgãos do governo federal a avaliar as opções de resposta às áreas mais afetadas no terremoto da Turquia e da Síria, disse o conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan, em comunicado;
  • Alemanha: O país assumiu a coordenação da ajuda que sairá da União Europeia, segundo um porta-voz do governo. O governo fará reunião de crise nesta segunda. A Alemanha não tem relações formais com a Síria, mas também enviará ajuda por meio de organizações;
  • Reino Unido: O governo britânico disse que enviará especialistas em busca e resgate e uma equipe médica de emergência à Turquia;
  • A Grã-Bretanha enviará 76 especialistas em busca e resgate, quatro cães de busca e equipamentos de resgate que chegarão à Turquia esta noite, disse o Ministério das Relações Exteriores britânico.
  • “Estamos prontos para fornecer mais apoio conforme necessário”, disse o ministro das Relações Exteriores, James Cleverly, em comunicado.
  • Ucrânia: O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, disse que seu país está pronto para fornecer a assistência necessária ao povo turco “amigo”;
  • Israel: Governo disse estar preparado para ajudar a Turquia;




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

video-mostra-predio-desabando-em-alepo,-na-siria,-apos-terremoto

G1 Mundo

VÍDEO mostra prédio desabando em Alepo, na Síria, após terremoto

O prédio ficava no bairro de al-Kalasa, na região leste de Alepo. Imagens de uma emissora local obtidas pela agência Reuters mostram o trabalho de remoção dos escombros após a queda. Vizinhos e funcionários das equipes de resgate se juntaram para limpar os escombros. O terremoto de magnitude 7,8 atingiu o centro da Turquia e o noroeste da Síria. Centenas de prédios desabaram em toda a região, provocando buscas por […]

today6 de fevereiro de 2023 35

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%