G1 Mundo

Mais de 185 mil deslocados na região somali da Somalilândia, segundo a ONU

today23 de fevereiro de 2023 13

Fundo
share close

A violência forçou mais de 185 mil pessoas a fugirem de suas casas na cidade de Las Anod, na Somalilândia, uma região autoproclamada independente da Somália, disse o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (Ocha) na quinta-feira (16).

A instituição também afirma que 89% dos deslocados são mulheres e crianças, muitas das quais não encontraram outro refúgio senão a sombra de uma árvore ou uma escola fechada devido à violência.

A Somalilândia, um antigo território britânico na região do Chifre da África, declarou independência da Somália em 1991, um ato não reconhecido pela comunidade internacional. Desde então, 4,5 milhões de pessoas moram na região, que permaneceu pobre e isolada.



Ainda assim, a área tinha uma certa estabilidade, enquanto a Somália era devastada pela insurgência islâmica Al-Shabab. Os últimos meses foram marcados, porém, por tensões.

Em 6 de fevereiro, eclodiram confrontos entre as forças armadas da Somalilândia e as milícias leais ao governo central da Somália na cidade de Las Anod. Esta cidade fronteiriça, estratégica do ponto de vista comercial, mudou de mãos várias vezes nas últimas décadas.

Durante um encontro com a imprensa nesta sexta-feira (17) em Genebra, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) afirmou que “mais de 60 mil somalis, principalmente crianças e mulheres” chegaram ao sudeste da vizinha Etiópia, procedentes da região de Las Anod.

“Exaustos e traumatizados, chegaram com poucos objetos, levando apenas o que conseguiam carregar”, declarou Olga Sarrado Mur, porta-voz do Acnur.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

eua-autorizam-extradicao-do-ex-presidente-alejandro-toledo,-acusado-de-corrupcao,-ao-peru

G1 Mundo

EUA autorizam extradição do ex-presidente Alejandro Toledo, acusado de corrupção, ao Peru

"Foi informado que o Departamento de Estado dos Estados Unidos da América concedeu a extradição de Alejandro Toledo Manríque pelos crimes de conluio e lavagem de dinheiro", disse o Ministério Público peruano em mensagem no Twitter. A procuradoria indica que está "realizando a coordenação" com as autoridades "nacionais e estrangeiras" para "a execução da extradição". Estimativas do Ministério Público peruano indicam que o procedimento pode ser concluído em alguns meses. […]

today23 de fevereiro de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%