G1 Mundo

Manifestantes pedem diálogo com a Rússia ao invés de fornecer armas para a Ucrânia

today25 de fevereiro de 2023 9

Fundo
share close

Guerra no leste completou um ano nesta sexta-feira (24) e, em Berlim, manifestantes reivindicam que Alemanha negocie com Moscou.


Soldados ucranianos em treinamento em Bovington Camp, uma base militar do exército britânico, agitam uma bandeira da Ucrânia, no sudoeste da Inglaterra, em 22 de fevereiro de 2023. — Foto: Ben Birchall / POOL / AFP



Cerca de 10.000 pessoas, segundo a polícia, se manifestaram neste sábado (25), no centro de Berlim, a capital da Alemanha, para reivindicar negociações com Moscou ao invés do envio de armamento à Ucrânia.

Organizada pela política de extrema esquerda e integrante do Parlamento alemão Sahra Wagenknecht e pela jornalista e ativista feminista Alice Schwarzer, a manifestação, que tinha como slogan “Levantem-se pela Paz”, era bastante polêmica, especialmente porque vários representantes da extrema direita também anunciaram sua participação.

Diante do Portão de Brandeburgo, as organizadoras tomaram a palavra para reivindicar “diplomacia ao invés de fornecimento de armas”.

No dia 10 de fevereiro, Wagenknecht e Schwarzer lançaram um abaixo-assinado na internet chamado “Manifesto pela Paz”, que já reuniu mais de 645.000 assinaturas.

Segundo um porta-voz da polícia de Berlim, foram anunciadas outras manifestações com o mesmo objetivo, assim como contramanifestações. Devido à possibilidade de enfrentamentos, as forças de segurança mobilizaram 1.400 agentes.

Na sexta-feira, outras manifestações reuniram bastante gente na Alemanha por ocasião do primeiro aniversário da invasão russa da Ucrânia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

seca-na-europa-em-2023-pode-ser-mais-severa-que-em-2022;-fotos-mostram-canais-secando-e-pouca-neve-nos-alpes

G1 Mundo

Seca na Europa em 2023 pode ser mais severa que em 2022; FOTOS mostram canais secando e pouca neve nos Alpes

Uma pesquisa do Instituto de Geodésia da Graz University of Technology (TU Graz), na Áustria, revela que os níveis das águas subterrâneas no Velho Continente têm se mantido extremamente baixos desde 2018, "mesmo que eventos climáticos extremos com inundações deem temporariamente uma impressão diferente". Os primeiros registros da questão da seca na Europa Central podem ser observados em uma publicação de 2020 de Eva Boergens. Naquele momento, a pesquisadora notou […]

today25 de fevereiro de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%