G1 Santos

Marinheiro de Guarujá preso em Brasília disse ter sido ‘chamado por Deus’ e esperava conversar com ex-presidente

today14 de janeiro de 2023 25

Fundo
share close

O marinheiro Alexandre Machado Nunes, de 48 anos, morador de Guarujá, no litoral de São Paulo, preso no Distrito Federal durante a invasão terrorista às sedes dos Três Poderes, no último domingo (8), informou em depoimento à Polícia Civil que foi a Brasília após um ‘chamado de Deus’ e porque queria conversar com o ex-presidente Jair Messias Bolsonaro para resolver um problema de família.

A TV Globo teve acesso ao depoimento do homem que está entre os presos (confira abaixo). A reportagem não localizou o contato da defesa de Nunes.

Segundo apurado pelo g1, ele permanece preso. A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seaepe) do Distrito Federal, mas não obteve retorno.



Nunes afirmou à polícia ter ido a Brasília em um ônibus fretado em Guarujá. Segundo ele, a passagem para cada um dos 43 viajantes custou R$ 350, embora não tenha pagado o valor.

O bolsonarista também não soube informar o nome de quem o convidou para a caravana à capital federal. Ele disse apenas ter recebido uma mensagem de Deus.

“Segundo o interrogado, Deus lhe disse que havia um grupo de pessoas erradas em Brasília e que o interrogado deveria vir até a capital federal para se manifestar”, aponta o depoimento.

Nunes foi encaminhado à Divisão de Controle e Custódia de presos e deve responder por tentar depor, por meio de violência ou grave ameaça, o governo legitimamente constituído. Se condenado, poderá pegar de 4 a 12 anos de prisão, além da pena correspondente à violência.

Sedes dos três poderes foram atacadas por manifestantes bolsonaristas em Brasília. — Foto: EPA via BBC

O prejuízo ao patrimônio público está calculado em, ao menos R$ 3 milhões apenas na Câmara dos Deputados, que junto com o Senado Federal compõe o Congresso Nacional.

A lista de pessoas presos nos ataques terroristas ocorridos na Praça dos Três Poderes, no domingo (8), em Brasília, chegou a 1.138 nomes, às 11h de quarta-feira (11) (veja a lista aqui).

Após os ataques, o g1 identificou algumas dos golpistas que apareciam em imagens viralizadas nos ataques. Na maior parte dos casos, as pessoas envolvidas nos atos terroristas gravaram a ação e publicaram em suas próprias redes sociais.

Destruição causada por criminosos após invasão do STF — Foto: Reprodução

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

projeto-conexao-cultural-comeca-neste-final-de-semana-com-shows-de-jorge-aragao-e-ivan-lins

Prefeitura de Guarujá

Projeto Conexão Cultural começa neste final de semana com shows de Jorge Aragão e Ivan Lins

Sábado (14), às 17h30, tem Jorge Aragão na Praça 14 Bis em Vicente de Carvalho; no domingo (15) – Dia de Santo Amaro, Padroeiro da Cidade – Ivan Lins será a atração na Praia de Pitangueiras, às 20 horas Neste final de semana, Guarujá será palco do melhor da música popular brasileira, com o início do Projeto Conexão Cultural, uma realização da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura (Secult). […]

today14 de janeiro de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%