G1 Santos

Menino é aprovado para dançar balé nos EUA não viaja por falta de dinheiro

today25 de julho de 2023 1

share close

Um estudante de 12 anos de Guarujá, no litoral de São Paulo, que desejava ser bailarino desde os 4, teve o seu sonho frustrado pela falta de recursos financeiros. Enzo Kaue Lopes Ferreira dos Santos foi contemplado com uma bolsa integral de dança no South America Summer Program, na sede do Miami City Ballet, na Florida (EUA), mas não conseguiu arrecadar o dinheiro suficiente para custear a viagem.

A família dele juntou R$ 710 para os gastos que seriam de aproximadamente R$ 18 mil para a viagem, que ocorreria entre os dias 17 a 28 de julho. A dona de casa Keti Cristina Lopes Ferreira dos Santos, de 36 anos, contou que além de Enzo, ela tem outros seis filhos e todos vivem do salário mínimo do marido, que trabalha como cozinheiro.

“Muito triste ver que ele conseguiu e não pode ir por condições financeiras. Ele ficou muito triste. É que nem eu falo para ele, que vão ter outras oportunidades e ele não pode desistir”, afirmou Keti.



A aprovação para a oportunidade surpreendeu o garoto, que havia confessado para a mãe que não sabia que tinha essa capacidade. “Foi uma alegria imensa, muito gratificante. Ele ficou muito feliz”.

Enzo teve o sonho de viajar para o EUA em curso que ganhou bolsa integral em programa de balé por falta de recursos financeiros — Foto: Arquivo Pessoal

Apesar da tristeza por não ter conseguido viajar, Enzo está focado em arrecadar recursos para custear uma ida à Argentina, em setembro deste ano, com o grupo do projeto em que faz as aulas de balé.

“Ele está de férias da escola e todo dia sai para vender rifa. Já vendeu R$ 120 e ele que guarda [o dinheiro], acho que ele tem que aprender a ter responsabilidade”.

A mãe revelou que o filho sonha em ser bailarino profissional. “O sonho dele é esse, não fala em outra coisa a não ser balé. Ele diz que no dia que for contratado [como bailarino] vai comprar uma casa pra mim”.

A vontade de fazer balé surgiu quando Enzo ainda tinha 4 anos, mas por questões financeiras ele não consegui fazer aulas. Apesar disso, não desistiu e passou a aprender algumas coreografias da dança com uma colega da escola.

“Ela fazia balé, ia para a escola e mostrava para ele o que tinha aprendido e ensinava para ele. Foi aí que ele se interessou. Eu me sentia muito frustrada. É triste para uma mãe o filho pedir uma coisa e você não ter condições de fazer”, disse Keti.

A mãe afirmou que sempre conversou sobre a situação financeira com o filho. “Cheguei a procurar um lugar que dava aula de balé gratuita, mas os [lugares] que tinham eram longe da minha casa, então precisaria de condução”. Como tem outros filhos menores, ela não tinha condição de levá-lo.

O sonho de Enzo ser bailarino foi ficando cada vez mais distante, mas há três anos ele soube do Projeto Escola de Dança Grand Jeté, na Vila Zilda em Guarujá, e conseguiu uma bolsa com o professor e diretor Thalles Vinicius. Ao g1, o bailarino de 30 anos contou que o estudante tem evoluído bastante na dança.

“Ele começou empolgado, fazia todas as aulas. Fui vendo muito potencial, entusiasmo. O crescimento dele foi muito rápido”, afirmou o professor.

Segundo Thalles, Enzo e outros bailarinos fizeram a audição para a bolsa do Miami City Balé de forma on-line. “Depois de duas semanas chegou uma carta alegando que ele havia sido selecionado com bolsa de 100% e outros dois alunos ganharam uma de 30% e 40%”.

Enzo está tentando arrecadar dinheiro para custear uma viagem à Argentina com o grupo do projeto onde faz aulas de balé — Foto: Arquivo Pessoal

A oportunidade que mudaria a vida de Enzo, segundo o professor, foi adiada. Além da dificuldade financeira, eles não tiveram tempo hábil para dar entrada no pedido de visto americano. Agora, Thalles e os alunos estão em uma batalha para arrecadar recursos para a viagem à Argentina, que deve ficar em aproximadamente R$ 3 mil.

“O Enzo e mais uma criança precisam de uma força, são as duas mais carentes que tenho no projeto. Estamos correndo atrás, vendendo rifa, arrecadação on-line e vamos fazer algum evento para arrecadar dinheiro”.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Santos

Motorista de app tranca veículo e tenta estuprar passageiro no litoral de SP

A vítima chamou um carro de aplicativo no Centro da cidade, após sair de uma balada, na madrugada de domingo (23). Ela tinha como destino o bairro do Gonzaga mas, no meio do trajeto, o motorista informou que mudaria a rota para evitar o túnel, já que o carro estava com os faróis queimados. De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), assim que o motorista soube que o passageiro tinha saído de uma festa LGBTQIA+, e que ficava com […]

today25 de julho de 2023 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%