Gospel Prime

Michelle Bolsonaro é homenageada no Theatro Municipal de São Paulo

today26 de março de 2024 1

Fundo
share close

Os vereadores realizaram a cerimônia de concessão do título de cidadã paulistana à ex-primeira dama Michelle Bolsonaro (PL) no Theatro Municipal, apesar da decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo que vetou o uso do local para esse fim. O evento ocorreu na noite desta segunda-feira (25), com a presença da ex-primeira-dama, do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e do prefeito Ricardo Nunes (MDB).

A proibição do uso do espaço atendeu a um pedido de Erika Hilton, um transexual que se identifica como mulher e pertence ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Na primeira instância, o pedido havia sido negado, mas agora foi atendido em um recurso liminar.

Os organizadores, na abertura do evento, afirmaram que a sessão estava ocorrendo sem desrespeitar a ordem judicial. Michelle Bolsonaro foi recebida com aplausos ao entrar no teatro. A proibição de uso do Theatro Municipal foi acolhida pelo desembargador Martin Vargas, da 10ª Câmara de Direito Público do TJ-SP, em resposta a um recurso com tutela antecipada solicitado pela deputada federal Érika Hilton (PSOL-SP) e pela ativista Amanda Paschoal.

A Câmara Municipal tentou recorrer ao presidente do TJ-SP para derrubar a liminar, mas foi informada de que o recurso deveria ser feito ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. O desembargador Vargas destacou que a realização do evento no teatro geraria custos para a administração pública, estimados em mais de R$ 100 mil, e ressaltou que tais honrarias políticas geralmente ocorrem na própria Câmara Municipal.

O vereador Rinaldi Digilio (União Brasil), autor da proposta de conceder o título, decidiu pagar do próprio bolso o aluguel do espaço, para evitar questionamentos sobre eventuais danos ao erário público. A Câmara Municipal recorreu da decisão do TJ e argumentou que a realização de sessões solenes em locais externos é comum, citando que durante esta legislatura já foram realizados 40 eventos do tipo fora do Palácio Anchieta.






Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Michael Caceres

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

julian-assange-tem-recurso-parcialmente-aceito-em-tribunal-de-londres,-que-adia-decisao-sobre-extradicao-aos-eua

G1 Mundo

Julian Assange tem recurso parcialmente aceito em tribunal de Londres, que adia decisão sobre extradição aos EUA

Em uma decisão vista como uma vitória parcial para Assange -- ele pode ser condenado a 175 anos de prisão nos Estados Unidos -- a Corte britânica adiou uma eventual extradição de Assange aos EUA e concordou que seu recurso é válido. Na decisão, publicada nesta manhã, os juízes britânicos pediram mais informações ao governo norte-americana e deram um prazo de três semanas para que Washington apresente essas informações. "O […]

today26 de março de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%