G1 Mundo

Mineiros chilenos resgatados em 2010 dizem em velório de Sebastián Piñera que estão vivos graças ao ex-presidente do Chile

today9 de fevereiro de 2024 2

Fundo
share close

Em 2010, um grupo de 33 mineiros chilenos ficou preso debaixo da terra durante 69 dias até serem resgatados com vida. Relembre o caso.

Luis Urzúa era o chefe de turno da mina San José, na região do Atacama, quando, em 5 de agosto de 2010, ocorreu o deslizamento da mina.

Urzúa foi o líder de seus companheiros enquanto estiveram sob a terra e também o último a subir na cápsula inventada “graças a todos os esforços, até internacionais, que o presidente fez”, afirmou ele na antiga sede do Congresso de Santiago, onde foram prestadas as homenagens a Piñera.



“Nosso resgate foi muito difícil, e hoje podemos agradecer que estamos vivos graças ao que ele (Piñera) fez por nós”, disse Urzúa.

Urzúa disse que anos depois do resgate, ele e Piñera seguiram em contato: “Também andei com ele de helicóptero, era sua paixão, sua vida”, afirmou.

“Piñera me permitiu conhecer meu filho, que agora tem 13 anos e era recém-nascido naquela época. Agradeço pelo que fizeram, também aos trabalhadores e aos socorristas que nos procuraram”, disse Richard Villarroel.

Piñera foi presidente em dois mandatos não consecutivos, de 2010 a 2014 e, anos depois, de 2018 a 2022. Ele morreu afogado na terça-feira ao cair de helicóptero em um lago.

Além de Urzúa, outros três mineiros, Juan Carlos Aguilar, Richard Villarroel e Esteban Rojas, também fizeram guarda de honra no velório de Estado, que mobilizou centenas de pessoas que visitam desde a tarde de quarta-feira o caixão com o corpo do ex-presidente.

Funeral de Sebastián Piñera, em Santiago, no Chile nesta quarta-feira (7). — Foto: Pablo Sanhueza/Reuters

A viúva de Piñera, Cecilia Morel, e quatro filhos do ex–presidente receberam os votos de pêsames no velório.

Morel estava com Piñera, os filhos e os netos na casa de veraneio no Lago Ranco quando ocorreu o acidente.

Ela agradeceu ao presidente Gabriel Boric pelo carinho, respeito e pela realização do funeral de Estado e “a todas as pessoas, de todos os lugares do Chile, que vieram. Foi muito emocionante e muito merecido para Sebastián”, disse.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘ficamos-satisfeitos-com-a-sentenca’,-diz-irma-de-homem-morto-por-brasileiro-durante-surto-na-holanda

G1 Mundo

‘Ficamos satisfeitos com a sentença’, diz irmã de homem morto por brasileiro durante surto na Holanda

Alan Lopes foi esfaqueado 99 vezes por Begoleã Mendes Fernandes, que pensava que a vítima queria 'devorá-lo'. Justiça holandesa considerou o réu esquizofrênico e determinou internação compulsória. Begoleã Fernandes é natural de Matipó, na Zona da Mata mineira — Foto: Redes sociais Kamila Lopes, de 26 anos, falou ao g1 que os familiares não pretendem recorrer da decisão, desde que a defesa de Begoleã também não apresente recurso. Além da […]

today9 de fevereiro de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%