G1 Mundo

Ministério Público do Peru pede 35 anos de prisão para ex-presidente por caso Odebrecht

today13 de maio de 2023 14

Fundo
share close

O Ministério Público do Peru pediu, nesta sexta-feira (12), 35 anos de prisão para o ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski por suposta lavagem de ativos e formação de uma organização criminosa que teria recebido US$ 12 milhões (R$ 59 milhões) em assessorias secretas da Odebrecht.

A acusação contra Kuczynski, de 84 anos, que responde em liberdade condicional, foi apresentada pelo promotor José Domingo Pérez, da equipe especial da Lava Jato do Peru, que o investiga há mais de cinco anos.

“Ele está totalmente tranquilo, acredita que a situação será resolvida e que ninguém pode acusá-lo de qualquer ato de corrupção”, disse à rádio RPP seu advogado, Julio Mindolo.



Segundo o MP, Kuczynski, por meio de suas empresas de assessoria financeira, conspirou com a Odebrecht para apoiar seus projetos de obras em troca de supostos subornos. Se for condenado, Kuczynzki pode cumprir parte da pena em casa por ter mais de 70 anos, segundo a legislação peruana.

A acusação inclui o empresário chileno Gerardo Sepúlveda Quezada, para quem o MP também pediu 35 anos de prisão.

Ex-banqueiro de Wall Street, Kuczynski tem liberdade condicional desde abril de 2022, depois de passar três anos em prisão domiciliar. Antes de ser presidente do Peru (2016-2018), ele foi ministro de Alejandro Toledo entre 2001 e 2006. Em 21 de março de 2018, tornou-se o primeiro presidente em exercício nas Américas a renunciar devido ao escândalo da Odebrecht.

Kuczynski deixou o cargo depois que a empreiteira brasileira revelou ter contratado duas consultorias ligadas a ele (Westfield Capital e Firts Capital) para assessorá-la em operações financeiras no Peru, um dado que omitiu quando chegou ao poder.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

foto-de-charles-iii-coroado-ao-lado-de-sucessores-mostra-futuro-da-monarquia-britanica

G1 Mundo

Foto de Charles III coroado ao lado de sucessores mostra futuro da monarquia britânica

A foto foi compartilhada menos de uma semana depois da cerimônia de coroação do monarca, que ocorreu na Abadia de Westminster, em Londres, no último sábado (6). Charles III assumiu a função de rei após a morte de sua mãe, rainha Elizabeth II, em setembro de 2022. Sua esposa, Camilla, também foi coroada na celebração do último fim de semana, que contou com a presença de mais de 2 mil […]

today13 de maio de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%