G1 Mundo

Monarquia britânica modificará a coroa de Santo Eduardo para o rei Charles III; veja foto

today4 de dezembro de 2022 38

Fundo
share close

A coroa de Santo Eduardo, a peça central das joias da coroa britânica, foi removida da Torre de Londres para modificação em vista da coroação do rei Charles III, anunciou o Palácio de Buckingham neste sábado (3).

A coroa de ouro maciço, incrustada com rubis, ametistas, safiras, granadas, topázios e turmalinas, passará por “trabalhos de alteração” para a coroação de Charles III na Abadia de Westminster, marcada para 6 de maio.

Trata-se da peça central das Joias da Coroa Britânica, uma coleção em exibição na Torre de Londres que atrai mais de 1 milhão de visitantes por ano.



A coroa tem um solidéu de veludo roxo com uma faixa de arminho e mede pouco mais de 30 centímetros de altura. Foi usada pela última vez pela rainha Elizabeth II, em sua coroação em 1953.

Charles III, de 74 anos, será coroado com sua esposa, a rainha consorte Camila.

O dia 8 de maio foi declarado feriado nacional.

A peça foi feita para o rei Charles II em 1661 para substituir uma coroa medieval que se acredita remontar a Eduardo, o Confessor, e derretida por deputados britânicos em 1649 após a execução de Charles I.

Por centenas de anos, a coroa só foi usada em cerimônias de coroação porque era muito pesada. Foi alterada para ficar mais leve para a coroação do rei George V em 1911, mas ainda pesa 2,23 quilos.

Charles III só a usará no momento de ser coroado.

Quando o novo rei deixar a Abadia de Westminster, ele colocará sobre a cabeça a Coroa do Estado Imperial, mais moderna e que também é usada em ocasiões como na cerimônia de abertura do Parlamento.

Cravejada com mais de 2 mil diamantes, a Coroa do Estado Imperial foi criada em 1937 para a coroação do rei George VI, pai de Elizabeth II (veja imagem abaixo).

Foto sem data mostra a Coroa do Estado Imperial, que vai ser usada pelo rei Charles III após a coroação, marcada para 6 de maio de 2023 — Foto: Divulgação/Palácio de Buckingham via AFP

A coroação de um novo monarca não ocorre imediatamente após a morte do anterior, para permitir um período de luto e a organização de uma cerimônia complexa. Isso independe da proclamação, que no caso de Charles III ocorreu em 10 de setembro, dois dias após a morte de sua mãe.

Preocupado com a percepção pública, há rumores de que o novo rei solicitou uma cerimônia menos luxuosa do que as festividades realizadas para Elizabeth II em 1953.

Morre Rainha Elizabeth II: relembre a trajetória da mais longeva monarca britânica

Morre Rainha Elizabeth II: relembre a trajetória da mais longeva monarca britânica




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ucrania-considera-insuficiente-teto-de-fixado-para-o-preco-do-petroleo-russo

G1 Mundo

Ucrânia considera insuficiente teto de fixado para o preço do petróleo russo

A medida está programada para entrar em vigor nesta segunda-feira (5), juntamente com um embargo da UE ao petróleo russo, em uma nova reviravolta nas sanções aplicadas desde que o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou que suas tropas invadissem a Ucrânia, em fevereiro. O custo atual de um barril de petróleo russo (bruto dos Urais) é de cerca de US$ 65. Diante disso, fixar o preço em um máximo de […]

today4 de dezembro de 2022 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%