G1 Santos

Moradora de Israel que visita o Brasil sofre longe de casa, do marido e filhos durante ataques do Irã: ‘preferia estar lá’

today14 de abril de 2024 10

Fundo
share close

A brasileira Flavia Szafir Zvi, que mora há quase 30 anos em Israel, assiste angustiada aos ataques do Irã contra o território israelense, onde estão o marido e os filhos dela. Ao g1, neste domingo (14), a auxiliar de professora, que visita a família em Santos, no litoral de São Paulo, afirmou: “Eu preferia estar lá”, no país que na última noite foi alvo de 300 drones e mísseis — o governo israelense afirmou que o Domo de Ferro impediu 99% dos impactos.

A auxiliar de professora nasceu e cresceu em Santos, mas foi para Israel em 1995. Ela se casou com um israelense e teve os dois filhos no país. Atualmente, ela mora com a família em Ness Ziona, uma cidade com aproximadamente 60 mil habitantes e que está a 23 km de Tel Aviv.

“Eu estou preocupada porque minha família e meus amigos estão lá. Eu não estou sabendo direito como está. É horrível estar longe. Eu preferia estar lá, na verdade”, afirmou ela.



Depois que Flavia chegou em Santos, os aeroportos de Israel foram fechados. A auxiliar de professora afirmou à equipe de reportagem que espera conseguir continuar a programação de voltar para casa daqui duas semanas.

Por enquanto, ela segue em contato diário com o marido e os filhos, de 22 e 26 anos. “O clima está tenso já alguns dias. Mas, estão [marido e filhos] bem e calmos. Eles têm que escutar as notícias e obedecer as regras que o exército israelense dá”, explicou Flavia.

Artefatos caindo sob Jerusalém — Foto: REUTERS/Ronen Zvulun

Na manhã de sábado (13), o Irã apreendeu um navio português e disse que a embarcação é ligada a Israel. A ação iraniana aumentou as especulações sobre a iminência de um ataque contra Israel.

▶️️ Tarde de sábado: Na expectativa de um ataque, as Forças de Defesa de Israel ordenaram a suspensão de aulas em todo o país e a restrição de aglomerações. Poucas horas depois, os militares afirmaram que o Irã havia lançado o ataque, enviando dezenas de drones para Israel.

  • Os drones não são tão rápidos quanto mísseis. Àquela altura, as autoridades sabiam que as aeronaves não tripuladas demorariam horas para chegar até Israel.

Entenda a linha do tempo da escalada de tensões entre Irã e Israel

Entenda a linha do tempo da escalada de tensões entre Irã e Israel

▶️️ Preparação: Enquanto o ataque não chegava em solo israelense efetivamente, diversas ações foram tomadas. Entre elas:

  • O espaço aéreo foi fechado no Iraque, Líbano e Israel;
  • Israel posicionou caças e efetivo militar para conseguir derrubar os drones antes que eles atingissem os alvos;
  • sirenes foram acionadas em algumas regiões de Israel, alertando a população sobre o ataque.

▶️️ Aproximação: No caminho até o território israelense, parte dos drones foi derrubada por aeronaves de Israel, dos Estados Unidos, do Reino Unido e da Jordânia.

  • Por volta das 19h (horário de Brasília), ainda antes de os artefatos chegarem a Israel, a missão do Irã na ONU afirmou que o ataque estava encerrado, referindo-se a ele com uma “ação legítima”.
  • “O assunto pode ser considerado encerrado. Contudo, se o regime israelense cometer outro erro, a resposta do Irã será consideravelmente mais severa”, escreveu o perfil da missão do Irã na ONU em uma rede social.
  • Além disso, o Irã confirmou que também havia lançado mísseis contra Israel. Ao todo, foram mais de 300 artefatos, entre drones e mísseis de cruzeiro e balísticos.

Irã dispara drones contra Israel — Foto: Arte/g1

▶️️ Explosões: Começaram a ser ouvidas em Jerusalém às 20h, pelo horário de Brasília. Imagens registraram drones sendo interceptados e destruídos pelas forças israelenses ainda no ar.

▶️️ Defesa: De acordo com o jornal “The Jerusalem Post”, o porta-voz do Exército de Israel, Daniel Hagari, afirmou que quase todos os drones foram derrubados por caças.

  • Israel também acionou o chamado “Domo de Ferro”, que consegue interceptar artefatos ainda no ar e explodi-los.
  • No entanto, uma agência estatal de notícias iraniana afirmou que mísseis lançados pelo país ultrapassaram a proteção.
  • Pouco depois das 20h, no horário de Brasília, as Forças de Defesa de Israel informaram que os moradores de Israel não precisavam mais se abrigar.
  • Em Teerã, capital do Irã houve comemoração durante o ataque.

Como funciona o Domo de Ferro — Foto: Arte/g1

▶️️ Vítima: O serviço nacional de emergência médica de Israel informou que uma menina de 10 anos ficou gravemente ferida, no deserto de Negev, por estilhaços de um artefato para interceptar drones.

  • Até a última atualização desta reportagem não havia informações sobre a existência de outros feridos.
  • A agência de notícias Associated Press informou que essa foi primeira vez que em o Irã lançou um ataque militar direto a Israel, apesar de mais de quatro décadas de uma inimizade que remonta à Revolução Islâmica de 1979.

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Hossein Amirabdollahian, disse que “os avisos necessários foram dados aos Estados Unidos” sobre o ataque de retaliação. Após o Irã colocar os drones no ar, a Casa Branca chegou a afirmar que o ataque se desenrolaria por horas, o que não aconteceu.

Conheça o drone Shahed-136, utilizado pelo Irã para atacar Israel. — Foto: Arte/g1

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

medico-ganha-acao-na-justica,-mas-advogada-se-apropria-do-dinheiro-e-compra-proteses-para-a-mae;-entenda

G1 Santos

Médico ganha ação na Justiça, mas advogada se apropria do dinheiro e compra próteses para a mãe; entenda

Um médico infectologista foi vítima da própria advogada. Ela sacou R$ 88,9 mil em um processo que ele ganhou na Justiça da Prefeitura de Santos(SP). Ao g1, a mulher confessou ter ficado com o valor e que errou. Ela contou, ainda, que procurou pelo cliente, mas foi informada de que ele havia morrido e, por isso, usou o valor para pagar duas próteses para a mãe, que teve a perna […]

today14 de abril de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%