G1 Santos

Motorista de app joga carro contra viatura ao desconfiar de ‘códigos’ de passageiros no litoral de SP

today2 de janeiro de 2024 3

Fundo
share close

Um detento que estava em saída temporária foi preso após ser flagrado com uma metralhadora artesanal em Mongaguá, no litoral de São Paulo. Ele e outros homens estavam em uma corrida por aplicativo quando o motorista desconfiou do grupo e fez uma manobra para chamar atenção da equipe da Polícia Militar, que realizou a abordagem e deteve os suspeitos.

De acordo com informações da polícia divulgadas nesta terça-feira (2), o grupo embarcou no veículo de aplicativo em São Paulo e pagaria R$ 300 pela viagem até o bairro Vera Cruz, em Mongaguá. Porém, o motorista ficou desconfiado do comportamento do grupo.

Logo no início do trajeto, o passageiro que solicitou a corrida no aplicativo disse que pagaria em dinheiro quando chegasse na praia, pois a esposa dele estaria com R$ 10 mil para gastar no litoral.



Além dele, outros dois homens embarcaram no veículo e o grupo disse que outra pessoa entraria no carro no meio do caminho. Além disso, um dos passageiros questionou se haveria policiais no trajeto e o motorista disse que apenas na praça de pedágio. Sendo assim, o suspeito questionou se o carro tinha a opção de pagamento automático no pedágio.

Logo em seguida, o motorista foi orientado a parar em uma praça, onde o quarto homem entrou no automóvel. No entanto, o último passageiro levantou ainda mais suspeitas do motorista, pois aparentava estar com dor na lateral da costela e passou a conversar em códigos com outros passageiros.

Metralhadora artesanal foi apreendida pela PM — Foto: Divulgação

Quando o grupo chegava ao destino em Mongaguá, o motorista precisou dirigir por uma via escura e ficou preocupado. Desta forma, ele aproveitou que os passageiros queriam urinar para ir em direção a um autoposto, mas o fato gerou irritação nos homens, que pediram para ele voltar à rota original.

Em determinado ponto na Avenida São Paulo, o motorista parou em uma padaria e, ao perceber uma viatura se aproximando, fez uma manobra brusca e jogou o carro em direção aos policiais para que fosse abordado.

Durante o desembarque do automóvel, um dos homens fugiu e uma metralhadora artesanal foi jogada ao chão. Desta forma, o motorista explicou o caso aos policiais e os três passageiros prestaram depoimentos. Eles disseram que desconheciam a existência da arma e não tinham nada para falar sobre o homem que fugiu.

Em pesquisa, os policiais notaram que um deles, de 28 anos, era detento do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de São José do Rio Preto. Ele estava em benefício de saída temporária desde o dia 22 de dezembro de 2023. Todos foram encaminhados para a delegacia e permanecem à disposição da Justiça. O caso segue sendo investigado.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

centenario-casarao-e-restaurado-para-se-tornar-um-centro-cultural-santista

G1 Santos

Centenário casarão é restaurado para se tornar um centro cultural santista

Um casarão construído em 1900 em Santos, no litoral de São Paulo, foi restaurado para se tornar a 'Casa da Santiscidade'. A centenária estrutura fica nas esquinas das ruas Sete de Setembro e Constituição, no bairro Vila Nova, e servirá para cultivar, a partir da literatura, todos os tipos de arte desenvolvidos em Santos. O imóvel conta com 1.900 metros quadrados, 21 cômodos em dois pisos, jardim, pomar, fonte com […]

today1 de janeiro de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%