G1 Santos

Mulher baleada pelo ex conta que tiro à queima-roupa entrou e saiu da cabeça e celebra ‘milagre’

today7 de setembro de 2023 17

Fundo
share close

Fernanda Marcelino, a mulher que foi baleada na cabeça, tórax e na mão em Peruíbe, no litoral de São Paulo, disse ter sido salva dos disparados feitos pelo ex-marido por um “milagre de Deus”. Ao g1, ela contou, nesta quinta-feira (7), que uma das balas ‘entrou e saiu’ da própria cabeça, sem causar danos. As outras seguem alojadas, mas sem riscos.

O crime aconteceu dentro da papelaria de Fernanda, no bairro Jardim Peruíbe. O motivo, segundo ela, foi o fato do ex não aceitar o término do relacionamento. A vítima está internada no Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande, e o estado de saúde dela é estável. A Polícia Civil investiga o caso e procura o autor.

“Tomei um tiro à queima-roupa na cabeça, mas a bala entrou e saiu”, desabafou a mulher. “Impossível uma bala não entrar e perfurar o crânio, mas para Deus nada é impossível”.



Mulher diz que bala ‘entrou e saiu’ da cabeça dela após tentativa de feminicídio em Peruíbe (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

“Achei que era brincadeira”

Fernanda disse ter sido abordada de surpresa pelo homem na papelaria. Ela revelou que, apesar do susto, não sentiu dores logo após sofrer os disparos, o que a levou a acreditar que tudo não passava de uma armação.

“Fui para baixo da mesa me proteger. Depois, ele encostou o revólver na minha cabeça e atirou“, lembrou. “Até então, eu achei que era uma ‘rincadeira’ que tudo era de mentirinha. Eu estava duvidando da maldade. Pensei: ‘Ele está me assustando, não é nada demais'”.

Segundo Fernanda, o ex-marido contornou a mesa para se aproximar dela logo após o segundo disparo. “Subiu em cima de mim, e então começou a atirar no meu rosto, mas não saíram as balas, pois o revólver dele falhou“, disse.

Crime aconteceu em papelaria que pertence à vítima, em Peruíbe (SP) — Foto: Dione Aguiar/TV Tribuna

A vítima explicou que, ao entrar em luta corporal com o homem, enquanto tentava se desvencilhar, levou um tiro na mão. Ela diz que só percebeu a pólvora saindo da arma. “Foi aí que busquei forças, chutei e empurrei ele, consegui escapar e saí correndo”, acrescentou.

Fernanda foi levada à Unidade de Pronto Atendimento de Peruíbe (SP) logo após o ocorrido e, na sequência, encaminhada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande (SP), onde segue internada.

Em nota, o Complexo Hospitalar Irmã Dulce informou ao g1 que a paciente passou por exames, foi atendida por equipe multidisciplinar e recebeu toda a assistência necessária conforme seu caso clínico.

A unidade de saúde acrescentou que, no momento, o estado de saúde é estável e ela permanece em acompanhamento na enfermaria cirúrgica.

Violência contra mulher: entenda o ciclo do relacionamento abusivo

Violência contra mulher: entenda o ciclo do relacionamento abusivo

A tentativa de feminicídio aconteceu na manhã de terça-feira (5) na papelaria que pertence à vítima, no bairro Jardim Peruíbe. De acordo com a SSP-SP, a própria vítima informou aos policiais militares que atenderam a ocorrência, ainda na UPA, que o crime foi cometido pelo ex-marido dela, de 45 anos.

Conforme informado pela pasta, as autoridades solicitaram perícia no local do crime. Segundo o boletim de ocorrência, um perito localizou um revólver calibre .38, com numeração raspada, além de três projéteis – referentes aos três tiros sofridos pela vítima – no endereço da papelaria.

O caso foi registrado como violência doméstica e tentativa de feminicídio na Delegacia de Peruíbe e é investigado pela Polícia Civil.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ciclista-arremessado-por-carro-no-litoral-de-sp-morre-e-filha-pede-justica:-‘tirou-uma-vida’;-video

G1 Santos

Ciclista arremessado por carro no litoral de SP morre e filha pede Justiça: ‘tirou uma vida’; VÍDEO

"Que ele [motorista] pague pelo o que fez porque tirou uma vida", disse a jovem. Antonio Carlos morreu no último domingo (3) na capital paulista após mais de quatro meses internado. "Talvez, se meu pai fosse conhecido, poderia dar alguma coisa [punição ao condutor]. [...] a única coisa que a gente quer é Justiça pelo o que ele fez. É muito fácil tirar a vida de um pai de família", […]

today7 de setembro de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%