Gospel Prime

Mulher volta a ser presa por orar em pensamentos em frente a clínica de abortos

today9 de março de 2023 15

Fundo
share close

Isabel Vaughan-Spruce, diretora do grupo anti-aborto March for Life UK, foi presa uma segunda vez fora de uma clínica de aborto apenas semanas após ter sido absolvida pela mesma ofensa: orar.

Nesse sentido, um vídeo mostra o momento em que a polícia disse a Isabel sair da “zona de censura”, do lado de fora da Clínica Robert da BPAS em Kings Norton, Birmingham. Ela disse aos oficiais que não estava protestando ou se envolvendo em atividades proibidas, no entanto o oficial disse que ela estava orando e que isso era uma ofensa. Ela foi então presa por seis oficiais.

“Há apenas três semanas, o tribunal deixou claro que minhas orações silenciosas não eram um crime. E ainda, mais uma vez, fui presa e tratada como uma criminosa por ter exatamente os mesmos pensamentos na minha cabeça, no mesmo local”, disse ela.

De acordo com Daily Mail, Isabel afirmou que a ambiguidade das leis que limitam a liberdade de expressão e pensamento, mesmo em conversas pacíficas e consensuais ou em orações silenciosas e internas, leva a uma confusão abjeta, em detrimento de direitos fundamentais importantes.

Segundo a ADF UK, uma instituição de caridade comprometida em proteger a liberdade de expressão, a Sra. Vaughan-Spruce foi sujeita a condições de fiança que a proibiram de se aproximar do centro de aborto.



Além disso, a prisão vem poucas semanas depois que ela foi considerada inocente pelo Tribunal de Justiça de Birmingham por orar silenciosamente fora da Clínica Robert da BPAS em Kings Norton, Birmingham, em 6 de dezembro.

Sendo assim, sua prisão provocou um debate feroz, com apoiadores dizendo que ela foi efetivamente presa por “crime de pensamento”, mas ela foi absolvida de todas as acusações.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cristaos-devem-se-cadastrar-para-poderem-frequentar-cultos-na-china

Gospel Prime

Cristãos devem se cadastrar para poderem frequentar cultos na China

Os cristãos da província de Henan, China, devem preencher um formulário on-line e receber aprovação para participar dos cultos da igreja. As solicitações para reuniões da igreja são referidas pela autoridade como “Religião Inteligente”, mas nenhuma base legal foi fornecida para tal medida. Segundo China Aid, Henan tem uma das maiores populações cristãs da China. Os requisitos formulados pelo departamento religioso provincial de Henan, exige que crentes religiosos que queiram […]

today9 de março de 2023 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%