G1 Mundo

Nagorno-Karabakh: ex-comandante das Forças Armadas armênias é detido ao tentar deixar região

today29 de setembro de 2023 3

Fundo
share close

De acordo com a agência, o ex-comandante Levon Mnatsakanyan foi detido em um posto de fronteira quando tentava deixar a região. Mnatsakanyan liderou o Exército local entre 2015 a 2018.

Até a manhã desta sexta, quase 90 mil moradores de Nagorno-Karabakh haviam fugido do enclave separatista, segundo a agência de refugiados das Nações Unidas (Acnur). O número corresponde a quase 75% de toda a população local.

A região de Nagorno-Karabakh, que fica no Cáucaso, é internacionalmente reconhecida como parte do Azerbaijão. Mas os moradores, em maioria, se identificam como armênios (ou seja, do país vizinho), e, em 1994, um movimento separatista instituiu um governo autônomo, com o apoio do governo da Armênia.



Ataque militar do Azerbaijão a Nagorno-Karabakh leva representante da região separatista a anunciar que ela deixará de existir em 2024

Ataque militar do Azerbaijão a Nagorno-Karabakh leva representante da região separatista a anunciar que ela deixará de existir em 2024

Embora de maioria armênia, a região de Nagorno-Karabakh foi designada como azerbaijana pela União Soviética, quando os dois países ainda faziam parte da URSS.

A dissolução do bloco levou a um conflito quase imediato na região pelo controle de Nagorno-Karabakh. O primeiro deles ocorreu em 1994, quando a região quis se separar do Azerbaijão, desencadeando uma guerra que deixou mais de 30.000 mortos.

Os dois países chegaram a iniciar um novo conflito, em 2020, que terminou com conquistas territoriais do Azerbaijão e um cessar-fogo obtido com a mediação da Rússia.

Desde então, o governo russo, que manteve relações econômicas e militares com os dois países após o fim da URSS, é responsável por manter a paz na região e negociar com os dois governos por acordos de não agressão.

Nagorno-Karabakh — Foto: g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

atentado-durante-celebracao-de-aniversario-de-maome-mata-mais-de-50-no-paquistao

G1 Mundo

Atentado durante celebração de aniversário de Maomé mata mais de 50 no Paquistão

Um atentado suicida durante uma reunião religiosa na mesquita em Mastung, um distrito da província do Baluchistão, no sudoeste do Paquistão, deixou 52 mortos e 58 feridos nesta sexta-feira (29), informaram autoridades. Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque. A província do Baluchistão foi, no passado, palco de ataques de militantes islâmicos e separatistas. Os muçulmanos no Paquistão e em todo o mundo celebram o aniversário do profeta Maomé com […]

today29 de setembro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%