G1 Mundo

Netanyahu rejeita condições do Hamas para acordo sobre reféns

today21 de janeiro de 2024 4

Fundo
share close

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, rejeitou as condições apresentadas pelo Hamas para encerrar a guerra e libertar os reféns, que incluiriam a retirada completa de Israel e a permanência do Hamas no poder em Gaza.

Enquanto os aviões israelenses retomavam os bombardeios em Khan Younis, no sul da Faixa de Gaza, Sami Abu Zuhri, oficial sênior do Hamas, disse à Reuters que a recusa do líder israelense em encerrar a ofensiva militar em Gaza “significa que não há chance de retorno dos prisioneiros (israelenses)”.

“Em troca da libertação de nossos reféns, o Hamas exige o fim da guerra, a retirada de nossas forças de Gaza, a libertação de todos os assassinos e estupradores”, disse Netanyahu em um comunicado. “E deixar o Hamas intacto”.



“Rejeito totalmente os termos de rendição dos monstros do Hamas”, disse Netanyahu.

Um acordo intermediado no final de novembro pelos Estados Unidos, Qatar e Egito resultou na libertação de mais de 100 dos cerca de 240 reféns que foram levados em cativeiro para Gaza durante um ataque de militantes do Hamas em 7 de outubro, em troca da libertação de 240 palestinos mantidos em prisões israelenses.

Desde o fim do acordo, Netanyahu tem enfrentado uma pressão cada vez maior para garantir a libertação dos 136 reféns que permanecem em cativeiro.

Netanyahu também adotou uma postura mais firme do que antes em relação à questão do Estado palestino.

“Não abrirei mão do controle total da segurança israelense em todo o território a oeste do rio Jordão”, disse ele.

O presidente dos EUA, Joe Biden, disse na sexta-feira (19) que conversou com Netanyahu sobre possíveis soluções para a criação de um Estado palestino independente, sugerindo que um caminho poderia envolver um governo não militarizado.

No sábado, Netanyahu pareceu reagir aos comentários de Biden sobre a criação de um Estado palestino após o fim da guerra contra o Hamas em Gaza, já que os dois têm posições discordantes sobre a ideia de que os palestinos tenham um Estado, uma solução defendida por Biden para alcançar a paz a longo prazo.

Na declaração de domingo, Netanyahu repetiu que insistiria no “controle total da segurança israelense sobre todo o território a oeste da Jordânia”.

Netanyahu disse que enfrentou “pressões internacionais e internas” para mudar essa posição.

“Minha insistência foi o que impediu durante anos o estabelecimento de um Estado palestino que teria representado um perigo existencial para Israel”, disse Netanyahu.

Israel diz ter encontrado cativeiro onde Hamas manteve parte dos sequestrados como reféns

Israel diz ter encontrado cativeiro onde Hamas manteve parte dos sequestrados como reféns




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

quem-e-nikki-haley,-que-desafia-trump-na-disputa-pela-candidatura-a-presidencia-dos-eua

G1 Mundo

Quem é Nikki Haley, que desafia Trump na disputa pela candidatura à presidência dos EUA

Haley, de 51 anos, começou a corrida com poucas chances, mas aos poucos conquistou a simpatia de parte dos republicanos, o que lhe permitiu subir nas pesquisas e arrecadar fundos. Com posições mais moderadas, especialmente em temas sociais como aborto, ela acena ao eleitorado republicano que não tolera o radicalismo de Trump e aos independentes. Dois dias antes, em clima de tudo ou nada, ela afirmou que não considera a […]

today21 de janeiro de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%