G1 Santos

Novo dono do ‘triplex de Guarujá’ avaliado em R$ 3 milhões afirma que não pretende ficar com imóvel

today30 de maio de 2022 13

Fundo
share close

O morador de São Paulo que ganhou o sorteio do triplex e é o novo dono do imóvel que já foi atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em Guarujá, no litoral de São Paulo, disse ao g1 que não pretende ficar com a propriedade. O empresário Antônio Nóbrega, de 63 anos, afirma que não tem condições financeiras para manter os custos do apartamento.

“Ficar [com ele] nem pensar, não tenho condições. É um absurdo de caro para manter, IPTU, condomínio, laudêmio, é uma fortuna”, explica.

Segundo o empresário, a ideia é vender o imóvel e usar parte do dinheiro para investir em empreendimentos imobiliários, que é o ramo que ele trabalha. “Construir casas para vender depois”.

“Quando eu soube pensei que era mais um golpe na praça. Estava em casa assistindo a um jogo, nem esperava. O celular tocou e quando fui ver, [DDD] 61.Tenho parente em Brasília, porque morei lá bastante tempo, mas quando falou que era do ‘Pancadão de Prêmios’ [empresa que sorteou o imóvel] eu quase cai para trás. Estou esperando a ficha cair, estou meio atordoado“, conta.

Ele disse que fez mais de uma assinatura para concorrer ao triplex. “A gente fez várias vezes. Era barato. A Bete, que trabalha comigo, vou tirar uma fatia [do prêmio] para ela. Ela tem me ajudado muito, a gente tem uma parceria, sociedade, então não posso deixar ela fora disso aí”.



O empresário afirma que conhece Guarujá, mas faz tempo que não visita o município. “Já morei no litoral, em São Vicente e Bertioga. Estou esperando o pessoal me ligar para marcar para ir [até o triplex], não sei nem onde é“.

Nóbrega, que prefere não divulgar a imagem, disse que poucas pessoas estão sabendo do prêmio e que as filhas ficaram satisfeitas com a novidade.

O triplex que já foi atribuído ao ex-presidente Lula foi sorteado na noite de sábado (28) com base na Loteria Federal da Caixa. O número sorteado foi 0196198. A empresa ‘Pancadão de Prêmios’ informou que o processo para entrega do imóvel ao vencedor começaria nesta segunda-feira (30).

A campanha para sortear o triplex avaliado em R$ 3 milhões foi iniciada em 20 de novembro de 2021. Os candidatos a dono do imóvel precisaram pagar uma mensalidade de R$ 19,90 ao mês para participar do sorteio até 23h59 de sexta-feira (27).

O apartamento 164-A de três andares, no Condomínio Solaris, está localizado na Avenida General Monteiro de Barros, 638, no bairro Vila Luis Antonio, na Praia das Astúrias, em Guarujá.

Em entrevista ao g1 em abril, o ex-proprietário, Fernando Gontijo, comentou sobre a visibilidade do imóvel. Segundo ele, a propriedade faz parte da história do Brasil.

“Ele tem um valor não só do ponto de vista do mercado imobiliário, mas também outro, que a gente não consegue nem mensurar, por conta de toda a sua fama. Ele desperta curiosidade na maioria das pessoas”, declarou à época.

empresário Fernando Costa Gontijo, que comprou o triplex na praia do Guarujá (SP) atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — Foto: Fernando Costa Gontijo/Arquivo pessoal; g1 Santos

O juiz Sérgio Moro ordenou a venda do triplex em leilão público realizado em janeiro de 2018. O ex-presidente Lula, por sua vez, foi condenado em duas instâncias no processo que envolve o imóvel. Em primeira instância, a pena fixada foi de 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro. Na segunda, foram 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado.

Lula foi acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de receber propina da empreiteira OAS. A suposta vantagem, no valor de R$ 2,2 milhões, teria saído de uma conta de propina destinada ao partido do político, o PT, em troca do favorecimento da empresa em contratos na Petrobras.

Lula nega as acusações e afirma ser inocente. Em dezembro de 2021, a Procuradoria da República no Distrito Federal pediu o arquivamento do caso, apontando para a prescrição – fim do prazo para punição – dos supostos crimes cometidos pelo ex-presidente.

A manifestação foi motivada pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que em abril considerou suspeita a atuação do ex-juiz Sérgio Moro no caso e anulou a condenação de Lula. Assim, a investigação foi encaminhada para a Justiça Federal, em Brasília.

Triplex no edifício Solaris, em Guarujá — Foto: Solange Freitas / G1

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ad-madureira-nomeia-primeira-pastora-presidente-de-campo

Gospel Prime

AD Madureira nomeia primeira pastora presidente de campo

Na última quarta-feira (25) a Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil (CONAMAD) nomeou a primeira pastora presidente de campo da história da Igreja Assembleia de Deus Ministério de Madureira. A pastora Cida Moura assumiu o lugar de seu esposo, pastor Walter José Gimenez, 48 anos, que faleceu no dia 20 de abril vítima de um infarto, quando ainda presidia a Assembleia de Deus em Rio Branco, no Acre. […]

today30 de maio de 2022 384

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%