G1 Mundo

Nudez e mau comportamento: como ‘portal’ ligando NY a Dublin instalado como interação artística virou dor de cabeça e precisou ser fechado

today17 de maio de 2024 14

Fundo
share close

Dois portais com webcam instalados em Nova York, nos EUA, e Dublin, na Irlanda, que “ligam” os países precisaram ser desligados poucos dias após sua inauguração devido ao comportamento inadequado de usuários. Ofensas e cenas de nudez foram comuns, e teve até referência ao 11 de setembro.

Equipados com uma webcam transmitindo em tempo real, os portais são uma obra de arte do artista lituano Benediktas Gylys, idealizada com a intenção de ligar pessoas de diferentes países e promover interações.

Inaugurados na última quarta (8), os portais em NY e Dublin são o segundo par da série do artista. O primeiro par ligou Lublin, na Polônia, e Vilnius, na Lituânia, e o grupo que produz os aparelhos afirma que está em negociações para inaugurar um portal no Piauí no futuro.



No início, o público reagiu de forma eufórica, com acenos, danças e brincadeiras, mas rapidamente “desceu o nível” e cenas de nudez, dedos do meio e outras obscenidades viraram comuns. Teve até referência ao atentado de 11 de setembro de 2001 contra as Torres Gêmeas. (Veja na imagem abaixo)

Essas cenas de mau comportamento, que viralizaram nas redes sociais, levaram autoridades dos EUA e da Irlanda a desligarem temporariamente os portais na terça-feira (14) sem previsão de reativação.

Entre as reações inadequadas do público diante dos portais em Nova York e Dublin estão um homem cheirando cocaína, uma mulher mostrando os seios e uma referência ao atentado de 11 de setembro (da esquerda para a direita). — Foto: Reprodução/redes sociais

O porta-voz do Conselho Municipal de Dublin, Michael Ryan, disse que os organizadores da exposição estão investigando “possíveis soluções técnicas” para lidar com o comportamento inadequado. Segundo Ryan, espera-se que os portais voltem a funcionar até o final da semana. Uma solução proposta, de desfocar as câmeras, foi recusada.

Zac Roy, porta-voz da Parceria Flatiron NoMad, um grupo empresarial local de Manhattan, enfatizou que a “esmagadora maioria” das pessoas que interagem com o portal da cidade se comportou adequadamente. Roy disse que houve segurança 24 horas por dia e barreiras no local de Nova Iorque desde o lançamento da exposição.

O idealizador dos portais, Benediktas Gylys, não respondeu aos pedidos de resposta feitos pela Associated Press, mas sua organização, “Portals.org”, disse que incentiva as pessoas a serem respeitosas.

Público em Nova York em frente ao portal que transmite imagens de Dublin, na Irlanda. — Foto: AP Photo/Seth Wenig

Portal que liga Nova York e Dublin, na Irlanda, desativado após comportamentos inapropriados do público. — Foto: Brendan McDermid/Reuters




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

coreia-do-norte-dispara-misseis-balisticos-em-direcao-ao-mar

G1 Mundo

Coreia do Norte dispara mísseis balísticos em direção ao mar

Militares sul-coreanos afirmaram que estão analisando o disparo feito nesta sexta-feira (17). Em abril, Coreia do Norte simulou um contra-ataque nuclear. Teste de míssil 'estratégico' da Coreia do Norte feito em 30 de janeiro de 2024 — Foto: KCNA via Reuters A Coreia do Norte disparou múltiplos mísseis balísticos nesta sexta-feira (17), informaram as autoridades sul-coreanas. O lançamento foi feito em direção à costa leste do país. A Coreia do […]

today17 de maio de 2024 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%