G1 Mundo

Número de mortos por enchente de lago na terceira montanha mais alta do mundo, na Índia, chega a 40

today6 de outubro de 2023 13

Fundo
share close

Foram encontrados 19 corpos no estado de Sikkim e 21 corpos no estado de Bengala Ocidental.

O lago que transbordou é o Lhonak, localizado na base de uma geleira perto da terceira montanha mais alta do mundo.

O lago perdeu quase dois terços de seu tamanho, devido ao transbordamento, uma área equivalente a 150 campos de futebol, segundo imagens de satélite divulgadas pela Organização Indiana de Pesquisa Espacial.



Entre 2011 e 2020, as geleiras do Himalaia derreteram 65% mais rápido do que na década anterior, de acordo com um relatório publicado em junho pelo Centro Internacional para o Desenvolvimento Integrado de Montanhas (ICIMOD, na sigla em inglês).

“A principal causa é a mudança climática, e a situação vai piorar no futuro”, disse à AFP Arun Bhata Shrestha, especialista em mudança climática do ICIMOD.

A temperatura média na superfície da Terra aumentou quase 1,2°C, em comparação com a era pré-industrial, mas as regiões montanhosas estão aquecendo a uma taxa dez vezes superior, segundo climatologistas.

Uma torrente de água correu rio abaixo, somando-se às águas de um rio que já transbordou pelas monções. A água danificou uma represa e destruiu edifícios, pontes e linhas telefônicas, o que dificulta a retirada da população e a comunicação com milhares de pessoas isoladas do restante do país.

Os danos se estendem por mais de 120 quilômetros, as estradas da região estão danificadas, e 14 pontes foram destruídas, segundo as autoridades.

Entre os mortos, estão seis soldados do Exército indiano destacados em Sikkim, perto das fronteiras com o Nepal e a China, e onde existe uma presença militar significativa.

Quase 8.000 pessoas tiveram de se refugiar em acampamentos montados em escolas, repartições públicas e albergues, conforme nota divulgada pelo estado de Sikkim.

Nesta sexta-feira, as condições meteorológicas melhoraram, portanto pode haver uma janela de oportunidade para retirar de helicóptero os turistas presos.

Um comunicado do exército indiano indicou que os soldados envolvidos nas operações de resgate socorreram cerca de 1.500 turistas presos nas áreas mais afetadas.

Os helicópteros militares também levaram suprimentos para as pessoas que ficaram isoladas.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘metade-do-vilarejo-se-foi’:-ucranianos-se-recuperam-apos-ataque-de-missil-russo

G1 Mundo

‘Metade do vilarejo se foi’: ucranianos se recuperam após ataque de míssil russo

Na quinta-feira (5), enquanto dezenas de pessoas se reuniam na cafeteria local para uma refeição em homenagem a um soldado que morreu na guerra contra a Rússia, um míssil foi lançado e matou pelo menos 52 pessoas. Foi um dos ataques mais mortais durante 20 meses de combates e devastou a pequena e unida comunidade. Alguns moradores de Hroza dizem ter sido um ataque deliberado e querem saber como os […]

today6 de outubro de 2023 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%