G1 Santos

Nuvem prateleira ‘gigante’ avança sobre litoral de SP e traz temporal; VÍDEO

today19 de janeiro de 2024 3

Fundo
share close

Uma nuvem ‘gigante’ trouxe um temporal à Baixada Santista, no litoral de São Paulo, após dias de calor intenso que, inclusive, ultrapassaram os 39,7ºC. O fenômeno observado de diversas cidades da região, segundo uma meteorologista ouvida pelo g1, é conhecido como nuvem prateleira. A imagem acima, da repórter-fotográfica Vanessa Rodrigues, captura o momento.

Heloísa Pereira Nóbrega, meteorologista da Ampere, informou à equipe de reportagem que as nuvens prateleiras são frequentemente associadas a ventos intensos que precedem tempestades, como de fato ocorreu e foi registrado pelo repórter da TV Tribuna, afiliada da Globo, Matheus Croce. (veja abaixo)

“Essas rajadas são produzidas pelo ar frio e denso que desce rapidamente das partes altas de uma tempestade devido a presença de chuva pesada ou granizo. Ao atingir a superfície, esse ar se espalha horizontalmente em todas as direções”, explicou a especialista.



Fenômeno da ‘nuvem prateleira’ foi registrado na Baixada Santista antes de tempestade — Foto: Vanessa Rodrigues/A Tribuna Jornal

Heloísa explicou que à medida que o ar quente e úmido é forçado para cima, ele esfria, pois a queda de temperatura faz com que a umidade do ar condense, formando a nuvem.

“Esta condensação cria a estrutura característica da nuvem prateleira, que muitas vezes parece uma longa e horizontal ‘prateleira’ no céu”, descreveu.

A meteorologista afirmou, ainda, que as nuvens prateleiras podem estender-se por muitos quilômetros e ter uma borda inferior bem definida. “Muitas vezes parecem rolar ou ondular, o que é um efeito da turbulência no ar”.

‘Nuvem prateleira’ é associada a uma frente de rajada, que é uma linha de ventos intensos que precedem uma tempestade. — Foto: Vanessa Rodrigues/A Tribuna Jornal

A temperatura em Santos, no litoral de São Paulo, em 2024 está 2,3ºC acima da média registrada nos 16 primeiros dias de 2023. A informação é da Defesa Civil da cidade, que aponta o fenômeno climático El Niño como um dos motivos para a alta nos termômetros.

Caracterizado pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico, o fenômeno ocorre com frequência a cada dois a sete anos. Ele costuma durar doze meses e impacta diretamente no aumento da temperatura global, não apenas no sudeste brasileiro.

A Prefeitura de Santos ressaltou que, no momento, a média das temperaturas máximas em 2024 está em 31,8°C, enquanto em 2023 foi de 29,5°C.

Se comparados os dias mais quentes de cada período, a diferença é de 3,2ºC. Em 15 de janeiro de 2023 os termômetros marcaram 36,5°C, enquanto na última terça-feira (16) a temperatura ficou em 39,7ºC.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

der-vai-remover-as-cercas-de-protecao-na-via-expressa-sul-a-pedido-da-prefeitura-de-praia-grande

G1 Santos

DER vai remover as cercas de proteção na Via Expressa Sul a pedido da Prefeitura de Praia Grande

Departamento de Estradas de Rodagem (DER) começou a instalar as estruturas nesta semana para reforçar a segurança no local, onde têm sido registrados constantes acidentes. A prefeitura informou que vai intensificar as ações preventivas no trecho. Cercas de proteção foram instaladas na Via Expressa Sul, em Praia Grande A Prefeitura de Praia Grande, no litoral de São Paulo, solicitou a remoção das cercas de proteção instaladas na Via Expressa Sul […]

today19 de janeiro de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%