G1 Santos

O que se sabe sobre a morte do homem linchado em SP e a falsa acusação de roubo de moto

today9 de maio de 2023 12

Fundo
share close

A vítima chegou a ser internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santo Amaro (HSA), também em Guarujá, mas não resistiu aos ferimentos e teve morte encefálica confirmada no domingo (7). A Polícia Civil investiga o caso.

Veja o que se sabe até agora sobre o caso:

Osil Vicente Guedes, de 49 anos, não tinha antecedentes criminais, era dono de uma empresa de reciclagem em Guarujá (SP) e deixou um filho de nove anos de idade.



A vítima morava no mesmo endereço da própria empresa de reciclagem, no bairro Vila Áurea, no distrito de Vicente de Carvalho. A companhia fica a aproximadamente um quilômetro do local onde ele foi linchado.

2. Quando e onde o caso aconteceu?

A vítima foi linchada por um grupo de pessoas entre a Rua Tambaú e a Avenida Oswaldo Cruz, em Vicente de Carvalho, em Guarujá, na tarde da última quarta-feira (3). Testemunhas relataram à PM que gritos de “pega ladrão” foram direcionados a Osil.

3. ‘Surra’ a pedido da mulher dele?

O irmão de Osil disse em depoimento aos policiais do 2º DP de Guarujá que a vítima havia ‘tomado uma surra’ a mando da mulher dele um dia antes do linchamento.

Ele contou, ainda, ter tido acesso ao celular de Osil e que há uma mensagem de voz dele falando que ele teve uma briga com a esposa, que é psicóloga.

Veja quem era o homem linchado por conta de fake news no litoral de SP

Veja quem era o homem linchado por conta de fake news no litoral de SP

4. Qual foi a causa da morte?

Osil sofreu um traumatismo craniano por conta das agressões. Ao g1, o Hospital Santo Amaro (HSA) informou, no domingo (7), que o paciente teve uma morte encefálica [parada de todas as funções do cérebro].

5. Osil roubou a motocicleta?

Não. O dono do veículo informou à Polícia Militar ter emprestado a motocicleta para Osil antes das agressões acontecerem.

6. O que diz o dono do automóvel?

O dono da motocicleta, conforme descrito em Boletim de Ocorrência obtido pelo g1, informou à PM que conhecia Osil. Segundo o homem, a vítima era uma pessoa “trabalhadora” e que “não se metia em confusão”.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), o caso inicialmente foi registrado como “lesão corporal” no 2º Distrito Policial (DP) de Guarujá, porém, acabou modificado para “homicídio” após a morte de Osil.

Osil foi brutalmente espancado em Guarujá (SP) — Foto: g1 Santos

8. Autores já foram identificados?

Ele não teve a identidade divulgada e, conforme apurado, foi reconhecido pela Polícia Civil com base nos vídeo em que a vítima aparece sendo linchada. Ele foi liberado por não ter tido flagrante.

Homem é agredido por moradores e fica desacordado em Guarujá

Homem é agredido por moradores e fica desacordado em Guarujá

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

no-brasil,-primeiro-ministro-holandes-quer-discutir-defesa-da-ucrania-com-lula

G1 Mundo

No Brasil, primeiro-ministro holandês quer discutir defesa da Ucrânia com Lula

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, disse que vai expor a necessidade de defender a Ucrânia na guerra com a Rússia na terça-feira (9), quando vai se reunir com o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, que tem criticado o envio de armamentos aos ucranianos. "Precisamos ajudar a Ucrânia nesta luta", disse Rutte a jornalistas nesta segunda-feira, no primeiro dia de sua visita ao Brasil. Rutte disse que explicará a […]

today8 de maio de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%