G1 Mundo

O que se sabe sobre o câncer do rei Charles III

today6 de fevereiro de 2024 8

Fundo
share close

A doença foi descoberta durante um recente tratamento para o aumento da próstata. O rei já iniciou o tratamento e foi aconselhado pelos médicos a adiar as tarefas públicas por enquanto.

Que tipo de câncer o rei tem?

O Palácio de Buckingham não revelou que tipo de câncer o rei tem, nem o hospital em que ele vai receber o tratamento.



O comunicado apenas diz que ele iniciou um “programa de tratamentos” na segunda-feira (5/2).

“Nenhum detalhe adicional será divulgado nesta fase, apenas confirmamos que Sua Majestade não tem câncer de próstata.”

O câncer pode estar ligado ao tratamento contra o aumento da próstata?

O rei, de 75 anos, recebeu recentemente um tratamento contra o aumento benigno da próstata.

Ele passou três noites em um hospital privado de Londres no mês passado, depois de passar por um “procedimento para corrigir o problema”.

Após o tratamento, o Palácio de Buckingham disse que o rei adiaria os compromissos públicos “para permitir um período de recuperação privada”.

Ele agora receberá tratamento para essa segunda condição, em regime ambulatorial (sem necessidade de ficar internado).

O rei, de 75 anos, recentemente recebeu um tratamento contra o aumento benigno da próstata — Foto: Reuters via BBC

O câncer acontece quando as células de uma parte específica do corpo se dividem de forma descontrolada.

Essas unidades doentes podem se espalhar para outros tecidos do corpo, incluindo órgãos, o que é conhecido como câncer secundário ou metastático.

Como o câncer é diagnosticado?

Normalmente, os médicos começam a investigação com perguntas sobre os sintomas. Essa fase inicial também pode incluir alguns testes e exames.

Às vezes, os profissionais de saúde coletam uma pequena amostra de tecido para fazer a chamada biópsia em laboratório.

Ocasionalmente, como no caso do rei, o câncer é descoberto quando as pessoas fazem exames médicos para outras coisas.

O câncer também pode ser diagnosticado por meio de triagem ou exames periódicos, como a mamografia (para as mamas) e o PSA (para a próstata), por exemplo.

Quantas pessoas desenvolvem um câncer?

No Reino Unido, uma em cada duas pessoas desenvolve algum tipo de câncer durante a vida.

No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima 704 mil novos casos da doença para o triênio 2023-2025.

Existem mais de 200 tipos diferentes de câncer — os mais comuns no Brasil são pele não melanoma, mama, próstata, cólon e reto, pulmão e estômago.

Cada câncer é diagnosticado e tratado de uma maneira diferente.

Quais são os principais tratamentos contra o câncer?

Existem muitas maneiras diferentes de tratar ou controlar o câncer. Depende muito do tipo de tumor e de onde ele está localizado.

Alguns tipos de câncer podem ser removidos com uma cirurgia, enquanto os medicamentos quimioterápicos podem ser administrados na veia ou tomados em comprimidos para matar as células cancerígenas.

A radioterapia é outra opção que às vezes é oferecida. Ele usa radiação para atacar e diminuir o câncer.

Há ainda tratamentos mais recentes, como a imunoterapia e as terapias-alvo.

Nem todos os tratamentos possuem potencial curativo, no entanto.

Quais são os diferentes estágios do câncer?

O estadiamento é uma maneira pela qual os médicos descrevem o tamanho do câncer e até que ponto ele se espalhou, o que pode ajudar na decisão do melhor tratamento.

O estadiamento pode usar uma escala de 1 a 4, em que 1 se refere a um câncer pequeno que não se espalhou, enquanto o 4 significa que está avançado e se espalhando por todo o corpo.

  • 1 – Estágio inicial: o câncer é pequeno e ainda não se espalhou para outras partes do corpo além do local de origem;
  • 2 – Localmente avançado: geralmente o tumor cresceu, mas não foi para outros tecidos próximos; pode ser que algumas células cancerosas migraram para os linfonodos mais próximos;
  • 3 – Metástase: o tumor está maior e se espalhou para tecidos nas proximidades. Além disso, ele já pode ser detectado em linfonodos mais distantes;
  • 4 – Metástase à distância: a doença pode ser detectada em órgãos secundários que estão longe do local original, como cérebro, pulmões, ossos ou fígado.

Quantas pessoas se recuperam do câncer?

As chances de alguém sobreviver ao câncer melhoraram significativamente nos últimos 50 anos.

De acordo com a ong Cancer Research UK, metade das pessoas diagnosticadas com tumores sobrevivem à doença durante 10 anos ou mais.

A sobrevivência ao câncer geralmente é maior em pessoas diagnosticadas com menos de 40 anos.

A sobrevivência aos tumores que acometem as mamas, o intestino e a próstata tem subido, mesmo entre indivíduos mais velhos.

O que você deve fazer se achar que tem câncer?

Isso pode ser assustador, mas é importante consultar um médico e conversar sobre as preocupações.

Os sintomas que você sente podem não ser um câncer, mas é importante fazer uma investigação — especialmente se esses incômodos não melhoram depois de alguns dias.

Detectar um câncer precocemente pode muitas vezes facilitar o tratamento e aumentar as chances de cura.

Rei Charles III está com câncer, diz Palácio de Buckingham

Rei Charles III está com câncer, diz Palácio de Buckingham




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

miss-japao,-nascida-na-ucrania,-devolve-coroa-apos-polemica-por-caso-extraconjungal

G1 Mundo

Miss Japão, nascida na Ucrânia, devolve coroa após polêmica por caso extraconjungal

Naquele momento, afinal, a jovem de 26 anos se tornava a primeira mulher a ganhar o título sem ter nascido no Japão e nem ter pais de ascendência japonesa – e cuja cidadania lhe fora concedida só em 2022. "É como um sonho", disse Shiino após a coroação. "Tive que superar barreiras, que frequentemente me impediram de ser aceita como japonesa. Por isso, sou extremamente grata por ser aceita como […]

today6 de fevereiro de 2024 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%