G1 Santos

Onda de saques a mercados em SP provoca pânico e deixa autoridades em alerta contra gangues

today21 de novembro de 2022 29

Fundo
share close

Segundo o coronel do 6º Batalhão da Polícia Militar de Santos, Gilson Hélio Jesus dos Santos, ainda não foram identificados os motivos dos crimes na região. “A motivação ainda está sendo investigada pela Polícia Militar. Estamos trabalhando em parceria com o setor de inteligência para identificar as origens dos roubos nas cidades de Santos e São Vicente”, disse ele.

Ainda de acordo com o coronel, os suspeitos se organizam em comunidades da região. “O que sabemos é que os membros dessas gangues são de comunidades de São Vicente e que saem em conjunto para tumultuar nos comércios, roubar e dar prejuízo aos estabelecimentos. Eles tem objetivos específicos e aparecem de bicicleta, motocicleta e andando”, conta Hélio.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), até a última sexta-feira (18), foram conduzidos ao Distrito Policial oito adolescentes infratores, dos quais quatro foram apreendidos. O g1 solicitou a SSP a atualização dos dados, mas até a última atualização dessa reportagem, não obteve retorno.



A Associação Paulista de Supermercados (APAS) disse que em relação aos episódios de violência e arrastões promovidos por criminosos na Baixada Santista, tem municiado a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo com informações estratégicas para que possam se antecipar a eventuais delitos, bem como atuar na imediata prisão dos envolvidos.

A APAS também tem mantido contato com as prefeituras das cidades para que as forças de segurança municipais também atuem na prevenção dos delitos, garantindo que a população da Baixada Santista tenha segurança ao se abastecer nos supermercados da região.

O primeiro caso registrado foi em uma unidade do supermercado Atacadão, na noite da última terça-feira (15), em São Vicente. O g1 apurou que o grupo era formado por mais de 40 indivíduos, sendo alguns menores de idade, que estavam armados. De acordo com a polícia, foram levados pelo menos R$ 7.300, duas bicicletas e várias bebidas alcoólicas.

A rede atacadista Makro foi invadida, duas vezes, por um grupo de cerca de 15 pessoas, em Santos. As ocorrências foram registradas nos dias 17 e 18 de novembro. O grupo levou produtos e dinheiro em espécie. Segundo a Polícia Militar, um menor de idade foi apreendido com barras de chocolates instantes após participar da ação.

Criminosos roubam barras de chocolate durante arrastão em supermercado, em Santos (SP) — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Na sexta-feira (18), uma tentativa de invasão a um mercado atacadista Assaí terminou com um jovem de 19 anos baleado em São Vicente. Segundo a Polícia Militar, 20 pessoas estavam envolvidas no caso. Dois adolescentes, de 16 e 15 anos, foram apreendidos por posse ilegal de arma de fogo. Eles foram encontrados em pontos diferentes, próximos do mercado Assaí.

No sábado (19), três casos de ataques a supermercados foram registrados. Os comércios Talismã e Miramoto, em São Vicente, e o mercado Fransue, em Santos, tiveram produtos, cigarros, bebidas e dinheiro roubado pelos criminosos. No mesmo dia, uma unidade da Farma Conde, na Cidade Náutica, também em São Vicente, foi alvo dos indivíduos. Eles invadiram o local e levaram diversos produtos.

Supermercado é alvo de arrastão de criminosos em Santos, no litoral de São Paulo — Foto: Reprodução g1

Mais um estabelecimento foi alvo dos criminosos no domingo (20). Um grupo saqueou dezenas de pacotes de carnes no Roldão Atacadista, em Santos. O bando saiu do estabelecimento sem pagar pelas mercadorias. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial (DP) da cidade. Uma adolescente foi apreendida.

Já na madrugada desta segunda-feira (21), por volta das 3h, criminosos quebraram a porta do supermercado Pirâmide, localizado no Parque Bitarú, em São Vicente. Segundo a Polícia Militar, foram roubados cigarros e bebidas.

A Prefeitura de São Vicente informou que, desde quinta-feira (17), a Cidade conta com reforço de profissionais da segurança pública nas ruas, devido às recentes ocorrências criminais. Foram deslocados cerca de 300 policiais militares e civis que, entre quinta-feira (17) e sexta-feira (18), além de abordarem mais de 400 pessoas e realizarem quatro prisões em flagrante, apreenderam três armas e fiscalizaram 182 veículos.

As forças de segurança estão percorrendo diversos bairros e a orla, tendo apoio dos segmentos: Batalhões de Choque, Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), Comando de Operações Especiais (COE), Cavalaria, 2° e 4° Batalhão de Ações Especiais (Baep), Centro de Aviação da Polícia Militar, 6° Batalhão de Polícia Militar do Interior (Santos), Forças Táticas e equipes do Policiamento Ostensivo Preventivo. A Guarda Civil Municipal (GCM) de São Vicente também está atuando em toda a Cidade, intensificando os patrulhamentos.

A Prefeitura de Santos disse que conta com um avançado Centro de Controle Operacional (CCO), que monitora as mais de 1.700 câmeras em operação nas vias e equipamentos públicos da Cidade e tem a participação diária da Polícia Militar. As imagens captadas contribuem, em tempo real, para as ações de segurança e ficam à disposição para investigações policiais.

O comando da Guarda Civil Municipal (GCM), em conjunto com a Polícia Militar, também desenvolve estratégias de reforço no patrulhamento e monitoramento para coibir as ações criminosas.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

relatorio-aponta-piora-na-perseguicao-contra-cristaos-em-todo-o-mundo

Gospel Prime

Relatório aponta piora na perseguição contra cristãos em todo o mundo

Um recente relatório da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), nomeado “Perseguidos e esquecidos?” defende que os cristãos que vivem em partes do mundo que desfrutam de paz e liberdade religiosa devem falar pela Igreja sofredora diante da crescente perseguição.  Nesse sentido, o relatório analisa a situação em 24 países, localizados principalmente na África, no Oriente Médio e na Ásia, entre outubro de 2020 e setembro de 2022, e conclui […]

today21 de novembro de 2022 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%