G1 Mundo

Otan prepara o maior exercício aéreo de sua história

today12 de junho de 2023 12

Fundo
share close

A ação do Air Defender 23 simula uma resposta a um ataque a um dos países-membros da aliança. Por causa do treinamento, haverá bloqueios temporários para a aviação civil em três zonas do espaço aéreo alemão: no litoral norte e nas regiões leste e sudoeste do país. Esse deve ser um dos maiores desafios do exercício, já que essas áreas fazem parte das rotas mais usadas pela aviação civil em todo o mundo, e seu impacto sobre o setor ainda é incerto.

Air Defender 23 — Foto: DW



“Estamos mostrando que o território da Otan é a nossa linha vermelha, que estamos preparados para defender cada centímetro deste território”, afirmou o inspetor da Força Aérea alemã e mais alto piloto na hierarquia militar, o tenente-general Ingo Gerhartz, em evento à imprensa em Berlim nesta quarta (07/06). Gerhartz, contudo, frisou que a ação visa demonstrar uma postura “defensiva” em relação à Rússia.

Voos comerciais devem ser mantidos apesar de eventuais atrasos

O tenente-coronel disse esperar que voos comerciais não sejam cancelados, mas não descartou atrasos em pousos e decolagens.

Do lado empresarial, a mesma expectativa foi reforçada pela associação europeia de linhas aéreas “Airlines for Europe”. Além de não esperar cancelamentos, a entidade também minimizou o impacto de eventuais atrasos, mas não descartou maiores inconveniências para os passageiros.

Air Defender 23 — Foto: DW

Especialista em tráfego aéreo, Clemens Bollinger ressalta que, diferentemente do que acontece em outros países europeus, controladores aéreos civis e militares já trabalham juntos na Alemanha há 30 anos, justamente porque o tráfego no espaço aéreo alemão é tão intenso.

Segundo ele, enquanto na França é comum que militares interditem zonas inteiras para a aviação civil, o mesmo não ocorre na Alemanha. Mas ele frisa que a experiência e perícia dos técnicos, sozinha, não basta para garantir pontualidade – ainda mais num momento em que o tráfego aéreo no espaço europeu volta a patamares similares aos de antes da pandemia. “Há muitos fatores que podem desencadear atrasos, como temporais, outros eventos climáticos ou congestionamento [do espaço aéreo]”, afirma.

Exercício com manutenção do tráfego aéreo de rotina é sinal à Rússia

Ao optar por realizar o exercício militar paralelo ao tráfego aéreo regular de civis, a Otan envia um sinal político à Rússia, afirma Toben Arnold, da Instituto Alemão de Assuntos Internacionais e de Segurança (SWP). “Obviamente é uma sinalização clara no sentido de demonstrar, mesmo com um espaço aéreo super frequentado, a prontidão e disposição de defender o território da aliança.”

Evacuação caótica de Cabul em 2021: Air Defender 23 irá simular situação semelhante — Foto: Spanish Defence Ministry/AP/picture alliance

Gerhartz, da Força Aérea alemã, explica que os exercícios incluem simulações também em terra, como a evacuação a partir de aeroportos – cenário, ao que tudo indica, incluído após as cenas de caos no aeroporto de Cabul com a tomada do Afeganistão pelo Talibã em 2021, após Estados Unidos e países aliados encerrarem suas operações no país.

Outros cenários simulam o apoio a tropas terrestres, batalhas aéreas e a neutralização de foguetes de médio alcance – para essa última missão, os militares americanos enviarão o bombardeiro furtivo F-35, mais moderno caça da Otan. No Mar do Norte também será treinada a defesa contra submarinos e navios, segundo Arnold.

Exercício aéreo da Otan acontece durante contraofensiva ucraniana

Apesar de muitos associarem o exercício à invasão da Ucrânia pela Rússia, Gerhartz, da Força Aérea alemã, não fez nenhuma menção aos russos durante a apresentação da Air Defender 23 à imprensa em Berlim. A embaixadora dos Estados Unidos na Alemanha, Amy Gutmann, contudo, agiu diferente ao citar o presidente russo Vladimir Putin nominalmente: “Preparar-se e prevenir-se nunca foi tão importante como hoje”.

O exercício da Otan pode ter efeitos colaterais nem tão indesejados assim: o de desafiar uma inteligência militar russa dividida entre estudar o treinamento e lidar com uma contraofensiva ucraniana cada vez mais intensa no sul e no leste do país.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homem-e-preso-por-escalar-o-5°-maior-edificio-do-mundo,-na-coreia-do-sul;-veja-foto

G1 Mundo

Homem é preso por escalar o 5° maior edifício do mundo, na Coreia do Sul; veja FOTO

Identificado como George King-Thompson pela mídia britânica, o jovem de 24 anos já havia subido 73 andares, de um total de 123, quando foi obrigado a descer pela polícia. Essa não é a primeira vez que o homem é detido por escalar prédios. Homem escalando o 5° maior edifício do mundo — Foto: Corpo de Bombeiros de Songpa da Coreia do Sul/Divulgação via REUTERS Um homem de 24 anos foi […]

today12 de junho de 2023 20

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%