G1 Mundo

Paris 2024: Tocha olímpica chega à França a menos de 80 dias do início dos jogos

today8 de maio de 2024 14

Fundo
share close

A tocha chegou a Marselha, cidade portuária no sul da França, após uma viagem de 12 dias que partiu da Grécia, em uma caravela de 128 anos de idade chamada Belem. Segundo a Reuters, a embarcação costumava transportar açúcar das colônias francesas nas Índias Ocidentais para a metrópole, uma prática herdada do colonialismo praticado pelos europeus a países de outros continentes do mundo.

A tocha foi desembarcada pelo nadador Florent Manaudou, campeão olímpico francês dos 50 metros livres masculinos em 2012, que a entregou para a atleta paralímpica Nantenin Keita, medalhista de ouro nos 400 metros nos Jogos do Rio em 2016.

Nantenin Keita então passou a tocha para o rapper Jul, nascido em Marselha, que acendeu uma pira simbólica diante de uma multidão de 150.000 pessoas que acompanhavam a cerimônia. A pira olímpica será acendida na abertura dos jogos, em 26 de julho.



“Paris 2024 escolheu dois atletas, um olímpico e uma paralímpica, para a chegada da tocha a Marselha. Esse primeiro revezamento em solo francês simboliza a ambição de aproximar e unir os Jogos Olímpicos (de 26 de julho a 11 de agosto) e Paralímpicos (de 28 de agosto a 8 de setembro)”, ressaltou o Comitê Organizador dos jogos.

Rapper francês Jul acende pira olímpica simbólica durante cerimônia de chegada da tocha à França em 8 de maio de 2024. — Foto: LUDOVIC MARIN/Pool via REUTERS

O presidente da França, Emmanuel Macron, esteve presente na cerimônia e comemorou a chegada da tocha: “Marca o fim dos preparativos, os Jogos chegam à vida do povo francês. A chama está aqui, podemos nos orgulhar”, disse.

De Marselha, a tocha seguirá em excursão pela França e vai cruzar o país em cerca de 11 semanas até chegar a Paris. Até chegar à cidade-sede dos jogos, em 26 de julho, ela será transportada por cerca de 10 mil condutores antes da cerimônia de abertura dos Jogos.

Tocha olímpica chega à França, em Marselha, em 8 de maio de 2024. Rapper francês Jul acendeu pira olímpica simbólica para marcar a ocasião. — Foto: Denis Balibouse/Reuters

Aviões com as cores da França sobrevoam porto de Marselha, no sul do país, durante chegada da tocha olímpica em 8 de maio de 2024. — Foto: Denis Balibouse/Reuters

Cerca de 7.000 policiais, incluindo atiradores de elite e unidades caninas, garantiram a segurança no Porto Velho de Marselha durante a cerimônia, em operação considerada um grande teste para os jogos de Paris 2024, com a França em seu mais alto estado de alerta de segurança em meio a um contexto geopolítico complexo.

“Há uma enorme questão de segurança em jogo. Estaremos prontos. Estaremos alertas até o último segundo”, disse Macron.

“É um nível de segurança sem precedentes”, disse o ministro do Interior, Gérald Darmanin. “A vida continua em Marselha, mas sob grande segurança”, completou.

Em vez de uma cerimônia de abertura tradicional, realizada em um estádio, a França planejou um desfile de rio suntuoso ao longo de um trecho de seis quilômetros do Sena, terminando aos pés da Torre Eiffel.

Pedidos por cessa-fogo mundial

Competições esportivas há muito tempo oferecem às nações a oportunidade de exercer poder suave e avançar em seus objetivos geopolíticos. Nesta semana, o presidente chinês, Xi Jinping, manifestou apoio ao apelo de Macron por um cessar-fogo global durante os Jogos de Paris 2024.

Suspender conflitos armados sob um “cessar-fogo olímpico” é uma tradição de longa data. Autoridades francesas esperam que o endosso de Xi seja um sinal de que ele poderia usar sua influência para persuadir a Rússia a honrar um cessar-fogo na Ucrânia quando o presidente Vladimir Putin viajar para a China ainda este mês.

Paris, por sua vez, passou a desempenhar um papel cada vez mais importante nas estratégias diplomáticas e comerciais da França.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

greta-thunberg-e-condenada-e-multada-novamente-na-suecia;-relembre-prisoes-e-condenacoes-da-ativista

G1 Mundo

Greta Thunberg é condenada e multada novamente na Suécia; relembre prisões e condenações da ativista

Greta fez um protesto contra os efeitos das mudanças climáticas e também contra a inação política para dar uma resposta ao problema. Greta Thunberg em 8 de maio de 2024 — Foto: Fredrik Sandberg/TT News Agency/Via Reuters A ativista ambiental Greta Thunberg foi multada na Suécia, seu país natal, por desobedecer ordens da polícia após bloquear uma das entradas do Parlamento em duas ocasiões em março, afirmou corte Distrital de […]

today8 de maio de 2024 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%