Gospel Prime

Pastor russo diz que viveu “o ano mais difícil” de seu ministério por guerra

today27 de fevereiro de 2023 4

Fundo
share close

O pastor russo Evgeny Bakhmutsky revelou que desde que a Rússia iniciou as “operações militares especiais” na Ucrânia, ele teve o ano mais difícil do seu ministério, ao lidar com a ansiedade, ajuda aos refugiados, o ódio das pessoas tanto fora como dentro da Rússia, a pressão financeira e o estresse de uma grande congregação afetada.

“Na primeira semana, eu chorava todos os dias em minhas orações. Se eu pudesse ir ao Kremlin ou à Praça Vermelha e fazer qualquer coisa para impedi-lo, eu o faria. Eu sei que Deus vai julgar a todos. Vi tantas pessoas sofrendo e confusas. Eu me perguntava o que iria acontecer. Foi realmente difícil”, disse.

No entanto, Bakhmutsky  também pode ver claramente a mão de Deus. Durante os últimos 12 meses, novas oportunidades para o ministério se abriram. Segundo ele, as pessoas passaram a ter fé, e sua igreja está atraindo centenas de visitantes.

“As pessoas estão muito mais abertas para falar. Ao mesmo tempo, os próprios cristãos são muito mais ativos na evangelização, no sentimento de que essa é a única coisa que, em última instância, importa. Vejo muitas igrejas indo muito bem, mesmo quando enfrentam dificuldades. Elas são encorajadas”, aponta ele.

Além disso, o pastor conta que embora a Rússia estivesse mobilizando tropas há meses, a invasão real pegou muitos deles de surpresa, mesmo aqueles em Moscou. Ele aponta que muitos achavam que isso não poderia acontecer pois, assim como é o seu caso, algumas famílias estavam muito ligadas à Ucrânia.



Desse modo, desde que o conflito começou, quase 3 milhões de ucranianos cruzaram a fronteira com a Rússia. Segundo o pastor, para muitos deles, esse era o único caminho a seguir. Quase assim que a invasão começou, seu telefone começou a tocar com pessoas em busca de ajuda.

“Portanto, temos múltiplas conexões quando as pessoas estão pensando em Moscou. Foi um desafio porque havia limitações em moeda estrangeira como o dólar norte-americano. Tornou-se quase impossível fornecer ajuda financeira diretamente”, revela ele, de acordo com The Gospel Coalition,

Sendo assim, a Igreja Bíblica Russa juntou-se a outras igrejas evangélicas, muitas delas parte da Ekklesia, em extensão ao longo da fronteira russo-ucraniana, inclusive na Crimeia, que foi apreendida pela Rússia em 2014. Desde então a igreja do pastor Bakhmutsky tem cerca de 50 pessoas constantemente ministrando aos refugiados.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

o-ditador-ortega-condenou-padres-e-pastores-por-discordarem-de-seu-modo-sanguinario

Pleno News

O ditador Ortega condenou padres e pastores por discordarem de seu modo sanguinário

Marco Feliciano - 27/02/2023 16h03 Lula e o ditador Daniel Ortega Foto: Fernando Bizerra Jr/EFE Karl Marx, o famigerado criador do marxismo ateísta, afirmava ser a religião o “ópio do povo”. Por que essa preocupação com a fé? Isso é fácil de explicar, pois é com a fé que o homem se liberta dos grilhões de Satanás. Também, por que a Igreja, através dos séculos, foi a mola propulsora das […]

today27 de fevereiro de 2023 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%