G1 Santos

Pescadores se perdem de grupo em trilha e passam a noite na floresta: ‘não tinha como avisar ninguém’

today31 de maio de 2023 20

Fundo
share close

Dois pescadores viveram momentos de tensão após se distanciarem de um grupo de amigos em uma trilha em Guarujá, no litoral de São Paulo, e se perderem no mato. Sem energia elétrica e mantimentos, a dupla decidiu dormir na floresta para buscar um caminho pela manhã, com a luz do dia. Após o caso, Jonathan dos Santos, de 36 anos, e Isaías Oliveira, de 30, contaram ao g1 os momentos tensos que viveram na floresta.

Os dois foram pescar na Represa do Moinho, no domingo (28), com outros cinco amigos. O local é acessado por uma trilha improvisada em uma área de mata. O grupo foi pescar pela manhã e, no final da tarde, quando retornavam, Jonathan e Isaías se distanciaram dos amigos e se perderam na mata.

“Sou acostumado a fazer trilha, porém fiquei muito assustado porque chovia muito e tínhamos pouca bateria. Estava com 2% [de bateria no celular] quando minha esposa ligou perguntando onde estava. Eu falei que estava perdido no mato e que iríamos acender uma fogueira. E, então, meu celular apagou. Depois disso, não conseguimos falar com mais ninguém“, relatou Jonathan.



Dupla foi pescar com grupo de amigos em represa em Guarujá, SP — Foto: Arquivo Pessoal/Jonathan dos Santos

Sem bateria nos celulares, água e alimento, os dois decidiram dormir na floresta para buscar pela trilha com a luz do dia, já que não tinham outra forma para iluminar o local.

“Fizemos uma fogueira, uma cobertura de folhas e galhos de árvore e ficamos encolhidos um do lado do outro. Só pensávamos em, quando amanhecer, procurar um lugar bem alto para a gente se localizar”, contou Isaías.

Na manhã de segunda-feira (29), os dois encontraram um caminho que os levou de volta à represa. De lá, eles encontraram a trilha que percorreram para chegar ao local e conseguiram voltar para a cidade.

Bombeiros realizaram buscas

Represa do Moinho, em Guarujá, SP — Foto: Arquivo Pessoal/Jonathan dos Santos

O Corpo de Bombeiros foi acionado para buscar por Jonathan e Isaías na manhã de segunda-feira (29). Três profissionais se deslocaram até a região de mata para procurá-los.

Ao g1, o sargento Marcelo Vitirio disse que, durante as buscas, os bombeiros encontraram outro grupo de cinco moradores locais, que também procuravam pela dupla perdida. “Nos separamos em dois grupos e dividimos as buscas, para ninguém se perder e termos um trabalho mais seguro”, contou.

O sargento disse que, cerca de quatro horas após o início das buscas, o grupo dele encontrou o local onde a dupla teria passado a noite. Na sequência, porém, eles foram informados que a dupla achou a saída sozinha e estava na cidade. Os dois grupos das buscas se encontraram e retornaram para o município.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

bebe-de-um-ano-e-internada-com-sinais-de-espancamento;-policia-civil-pede-medida-protetiva-contra-pai-e-madrasta

G1 Santos

Bebê de um ano é internada com sinais de espancamento; Polícia Civil pede medida protetiva contra pai e madrasta

Uma bebê, de apenas um ano, foi internada com ferimentos e hematomas pelo corpo no Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Conforme apurado pelo g1, a criança foi levada pela madrasta a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no município após passar mal em casa. A Polícia Civil já solicitou medida protetiva, que obriga o pai da menina e a mulher dele a manter distância […]

today31 de maio de 2023 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%