Gospel Prime

Pesquisa revela queda no bem-estar de pastores, nos Estados Unidos

today22 de junho de 2023 10

Fundo
share close

Um novo relatório da Barna Research revelou que os pastores enfrentaram declínios significativos em seu bem-estar nos últimos sete anos, especialmente no que diz respeito a ter amigos verdadeiros. O estudo, baseado em dados coletados entre 2015 e 2022, mostrou que os pastores classificaram negativamente diversas áreas de bem-estar.

Em relação à amizade verdadeira, em 2022, 20% dos pastores classificaram-se abaixo da média nessa área, em comparação com 10% em 2015. Além disso, 7% classificaram-se como pobres em ter amigos em 2022, em contraste com apenas 2% em 2015. A proporção daqueles que se consideravam excelentes em ter amigos verdadeiros também diminuiu de 34% em 2015 para 17% em 2022.

A saúde física dos pastores também sofreu um declínio significativo. Em 2015, apenas 7% classificaram seu bem-estar físico como abaixo da média ou ruim. Em 2022, esse número aumentou para 22%, com cerca de 18% relatando uma condição abaixo da média. Apenas 9% dos pastores consideraram sua saúde física excelente em 2022, em comparação com 24% em 2015.

Quanto à saúde mental e emocional, a proporção de pastores que relataram sua condição abaixo da média aumentou de 3% em 2015 para 10% em 2022. Aqueles que consideraram sua saúde mental e emocional excelente também diminuíram de 39% em 2015 para apenas 11% em 2022.

Os líderes do ministério enfatizaram a importância de os pastores reservarem tempo para descansar, se reabastecerem e cuidarem de sua saúde geral. A prática de períodos sabáticos e licenças sabáticas foi destacada como uma forma de combater o estresse e a malformação cultural que afetam os pastores.



Um relatório anterior da Barna já havia indicado que mais pastores consideraram deixar seus empregos em 2022, citando estresse e solidão como fatores-chave. Mais da metade dos pastores que consideraram abandonar o ministério em tempo integral apontaram o estresse intenso como um fator significativo. Além disso, 43% mencionaram sentir-se sozinhos e isolados, e 38% mencionaram as divisões políticas como um motivo de desânimo no púlpito.

Os especialistas destacaram a importância de as igrejas priorizarem os sabáticos para seus líderes, considerando-os como cuidados de saúde preventivos. A transparência sobre quem tira sabáticos, com que frequência e por quanto tempo, foi enfatizada como uma forma de desmistificar essa prática e promover a saúde preventiva.

Diante desses desafios enfrentados pelos pastores, é crucial que as igrejas reconheçam a importância do bem-estar dos líderes e adotem medidas que promovam seu cuidado e descanso.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cristaos-sao-hospitalizados-apos-parentes-espanca-los-por-orarem-a-jesus

Gospel Prime

Cristãos são hospitalizados após parentes espancá-los por orarem a Jesus

Fontes relatam que parentes de dois irmãos os espancaram após abandonarem o Islã e se converterem ao Cristianismo no leste de Uganda. Janati Tisuubira, de 22 anos, e seu irmão Ibrahim Musa Kakembo, de 33 anos, receberam cuidados médicos por quase uma semana após serem atacados por membros da família em 3 de junho, após o enterro de sua irmã em Bunya, distrito de Mayuge. Os dois irmãos haviam se […]

today22 de junho de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%