G1 Santos

Pesquisadoras fazem levantamento sobre áreas de risco geológico em Itanhaém, SP

today4 de junho de 2023 12

Fundo
share close

O trabalho intitulado Setorização de Áreas de Risco Geológico é uma atualização do levantamento feito em 2013. A geóloga Carla Moraes, a engenheira Vanesca Sartorelli, o engenheiro civil José Edgar Nuñez Gonçalves e o secretário adjunto de Obras e Desenvolvimento Urbano Marcelo Gomes participaram de uma reunião para discutir os setores de alto e muito alto risco geológico, locais com indícios de enchente, inundação e escorregamento.

No encontro, Gomes acrescentou alguns pontos para as pesquisadoras visitarem, além dos locais apresentados no estudo anterior. Ele teve como base uma listagem da Defesa Civil de enfrentamento de problemas ocorridos nos últimos anos. Obras de infraestrutura e drenagem foram realizadas anteriormente em locais apontados no último estudo como risco de enchente.

Os 16 setores identificados no levantamento produzido há uma década foram: Avenida Cabuçu (Jd. Suarão), Raminho/Vila Loty, Jd. Aguapeú/Pq. Vergara, Vila Magalhães/Maranata, Jd. Oásis/Anchieta, Anchieta/Rio Campinha, Morro dos Sonhos, Chácara das Tâmaras/Belas Artes, Jd. Sabaúna, Iemanjá, Jd. Tanise/Iemanjá, Cibratel II/Rio do Poço, Gaivota/Bopiranga e Estância Santa Cruz/Gaivota.



O trabalho do Serviço Geológico é realizado por profissionais que buscam apontar as áreas de risco na cidade, detalhando os setores com informações, como número de moradias, tipologia do processo, sugestões de intervenções, entre outros. As setorizações de áreas de risco são desenvolvidas em conjunto com a Defesa Civil e a identificação das áreas é feita em campo, por meio da observação dos terrenos.

Após o trabalho, os documentos são disponibilizados para os municípios e ficam em um banco de dados compartilhados com órgãos governamentais, responsáveis pelo monitoramento e alerta de desastres.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

novo-campus-do-instituto-federal-sera-construido-em-miracatu,-sp

G1 Santos

Novo campus do Instituto Federal será construído em Miracatu, SP

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) vai construir o 38º campus em Miracatu, na região do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo. De acordo com o IFSP, o Ministério da Educação irá investir R$ 10 milhões no novo campus, que será construído durante os próximos dois anos em um terreno cedido pela prefeitura. O descerramento da placa alusiva ao lançamento da pedra […]

today4 de junho de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%