G1 Mundo

Planalto nega versão de Zelensky e diz que convidou o presidente ucraniano para posse de Lula

today12 de dezembro de 2023 8

Fundo
share close

Zelensky deu a declaração para o repórter do Fantástico Álvaro Pereira Júnior, que o questionou por que ele foi para posse do ultraliberal Javier Milei, na Argentina, mas não compareceu à de Lula.

“Não fui à posse de Lula porque não fui convidado. Aqui, Milei me ligou e convidou. Se me chamarem para ir ao Brasil, eu vou. Já convidei Lula para ir à Ucrânia”, respondeu o presidente da Ucrânia.



Para presidente da Ucrânia, participação do Brasil na negociação pela paz é muito importante

Para presidente da Ucrânia, participação do Brasil na negociação pela paz é muito importante

Questionado sobre essa versão, o Palácio do Planalto explicou que Zelensky foi convidado, mas alegou que não poderia vir ao Brasil, em razão da guerra contra a Rússia. A Ucrânia decidiu enviar a vice-primeira-ministra, Yulia Svrydenko, que se reuniu com Lula na véspera da posse.

“Houve convite para o presidente da Ucrânia vir a posse. A Ucrânia enviou a vice-primeira-ministra, Yulia Svyrydenko, que se reuniu com Lula no dia 31 de dezembro de 2022. Ela trouxe os cumprimentos de Zelensky e disse que ele não pôde vir devido à guerra com a Rússia. O encontro foi público”, escreveu o Planalto em nota.

Participação do Brasil no processo de paz

Na entrevista em Buenos Aires, o Fantástico também perguntou o que Zelensky espera do Brasil em relação ao conflito com a Rússia.

Ele disse que o Brasil é um país grande e importante e, por isso, seria positivo vê-lo envolvido no processo de paz.

“O Brasil é um país muito grande e muito importante e tem influência sobre outros países. Então, ele tem um papel muito, muito importante. É importante envolver o Brasil nas negociações de paz”, disse Zelensky.

Para outro repórter, ele disse que ainda existe na esquerda tradicional uma lembrança forte da União Soviética e que essa esquerda vê na Rússia uma espécie de sucessora dos soviéticos. Por isso, a vontade que o país tem de se ver logo livre da invasão russa.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mucio-ve-‘manobra-politica’-de-maduro-e-diz-que-brasil-nao-permitira-uso-de-territorio-para-venezuela-invadir-guiana

G1 Mundo

Múcio vê ‘manobra política’ de Maduro e diz que Brasil não permitirá uso de território para Venezuela invadir Guiana

Ministro da Defesa também afirmou que uma possível operação na região guianense de Essequibo seria 'mexer com a América do Sul' e com a comunidade internacional. O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, disse nesta segunda-feira (11) que o Brasil não permitirá o uso de território brasileiro para que a Venezuela invada a Guiana. Segundo o ministro, sem uma passagem por Roraima, a única forma das forças de Nicolas Maduro, […]

today12 de dezembro de 2023 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%