G1 Mundo

Polícia de Auckland diz que segurança para Copa foi reforçada após tiroteio: ‘Não há motivo para competição não acontecer’

today20 de julho de 2023 4

Fundo
share close

“Não há motivo para a competição não acontecer”, afirmou um porta-voz da polícia local em coletiva de imprensa. “Asseguramos ao público que a segurança na área foi reforçada.”

Segundo a polícia, o suspeito de ser o atirador é um homem de 24 anos, que trabalhava na construção de um prédio.

“O indivíduo é conhecido principalmente pelo histórico de violência familiar. Não há nada que sugira que ele tenha apresentado um risco de nível mais alto do que o indicado por esse histórico”, disse Andrew Coster.



As autoridades informaram que o atirador efetuou os disparos no local de obras com uma espingarda, ferindo seis pessoas e matando outras duas. Um policial está entre os feridos.

Ao chegar aos andares superiores do prédio, o homem se escondeu no poço do elevador, mas foi atingido por um tiro da polícia e morreu.

Segundo as autoridades neozelandesas, não há indícios de motivação política ou ideológica para o ataque. Ainda assim, o tiroteio chamou a atenção, já que aconteceu próximo da região onde atletas estão hospedadas.

O primeiro-ministro da Nova Zelândia, Chris Hipkins, já havia afirmado que a programação da Copa do Mundo estava mantida. Nova Zelândia e Noruega irão protagonizar o jogo da estreia.

A Fifa também confirmou que a abertura está mantida e disse que foi informada que o tiroteio se trata de um caso isolado, sem relações com a Copa.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

embaixada-da-suecia-em-bagda-e-invadida-e-incendiada

G1 Mundo

Embaixada da Suécia em Bagdá é invadida e incendiada

Centenas de pessoas invadiram a embaixada da Suécia em Bagdá, capital do Iraque, nas primeiras horas da manhã de quinta-feira (20), horário local. Segundo uma fonte familiarizada com o assunto e uma testemunha da Reuters, os manifestantes incendiaram o local. O Ministério das Relações Anteriores da Suécia disse que todos os funcionários da embaixada estão bem. O protesto foi convocado por apoiadores do clérigo xiita Muqtada Sadr após o país […]

today20 de julho de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%