G1 Santos

Polícia investiga se ‘Samurai’ do crime, preso após fingir ser o irmão no litoral de SP, é matador de aluguel de facção

today9 de março de 2024 3

Fundo
share close

De acordo com o delegado Leonardo Rivau, da 1ª Delegacia de Investigações Gerais (DIG) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Santos, Wemerson provavelmente deixou o estado de origem para virar assassino de aluguel.

Ao longo das investigações, a polícia descobriu que ele é suspeito de matar uma mulher em Nova Venécia (ES) e, três anos depois, um colega em Franca (SP). Em 2019, mudou-se para Praia Grande, onde vivia com a esposa em uma casa que comprou no nome dela. O casal tem filhos, um bebê de um ano e outro de seis meses.

Homem procurado pela Justiça foi preso em Praia Grande (SP) — Foto: g1 Santos



Segundo Rivau, Emerson ganhou o apelido “Samurai” por causa do modo como atacava: com uma faca. Ele “praticamente não trabalhava” e passava os dias em frente à casa onde vivia, onde acabou arrumando confusão com os vizinhos e chegou a fazer ameaças de morte. Moradores relataram que pessoas entravam e saíam da residência constantemente.

“Foi aí que ele alegou que era do PCC e ameaçou um vizinho. Mostrou o que seria uma arma de fogo, que a gente apreendeu. Era um simulacro [réplica] de arma de fogo. Porque, na verdade, em todos os crimes que ele cometeu ele usou uma faca”, afirmou o delegado.

Esse, inclusive, parece ser o modus operandi do suspeito. Até o momento ele tem dois crimes de homicídio registrados oficialmente, mas a polícia acredita que o número possa ser ainda maior. Em ambos os assassinatos, ele usou “facas grandes”.

“Ele dá múltiplas facadas, em vários locais. O homem que sobreviveu [em Franca], no depoimento ele fala que ele rasgou a barriga dele inteira, ele estava com as ‘tripas para fora’. Usou essa expressão. Ele sobreviveu porque o vizinho dele era bombeiro, sabia prestar os primeiros socorros”, completou.

Antes de se mudar para o Espírito Santo, Wemerson foi preso por tráfico de drogas na cidade de Jequié (BA) em junho de 2013. Ele ficou preso por um tempo e, depois, foi para o Espírito Santo. O delegado acredita que, nesse ponto, ele já estava envolvido com a facção.

Em 27 de julho de 2019, em Nova Venécia, a Polícia Militar (PM) foi informada por testemunhas de que uma mulher havia sido violentada e agredida com golpes de faca pelo namorado. A vítima foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Na ocasião, o homem não foi encontrado.

O outro crime aconteceu em 11 de dezembro de 2021, em Franca. O acusado discutiu com um outro homem na casa de um vizinho. Ele pegou uma faca e deu diversos golpes no rapaz. Não há informações sobre o motivo do desentendimento.

“O boletim de ocorrência diz que estavam em quatro homens no local. E aí ele saiu do cômodo onde estava, voltou e esfaqueou um deles. Eles eram conhecidos”, afirmou o delegado. “Esse homem acabou sobrevivendo e conseguiu reconhecê-lo no inquérito. Mas, ele não disse o motivo de ter sido esfaqueado, e isso levanta bastante suspeita”.

Vídeo mostra momento em que procurado pela Justiça é preso em Praia Grande (SP)

Vídeo mostra momento em que procurado pela Justiça é preso em Praia Grande (SP)

Wemerson foi preso na última terça-feira após fingir ser o irmão dele ao ser abordado por policiais. “Ele tinha muito documento falso. Todo lugar que ele ia, apresentava um documento diferente”, disse Leonardo Rivau.

As imagens obtidas pelo g1 mostram o momento em que o homem foi abordado pelos policiais ao entrar em casa na segunda-feira (4). Com as mãos para cima, o acusado foi colocado no chão e algemado por um dos agentes. Em seguida, a equipe entrou no imóvel (assista acima).

Durante a abordagem, o homem apresentou o documento do irmão e negou ter cometido os crimes. De acordo com o registro policial, ele tinha o costume de apresentar identidades falsas para não descobrirem os dois mandados de prisão contra ele.

Ao realizarem buscas no imóvel, os policiais encontraram a certidão de nascimento do acusado, que admitiu a verdadeira identidade. No local, uma arma de fogo e um celular também foram apreendidos.

“A gente acredita que, antes, ele já tenha cometido crime. Porque quando ele estava no Espírito Santo e matou a mulher, ele já não estava com o documento com o nome verdadeiro lá”.

A Polícia Civil acredita que, com a divulgação das imagens, mais pessoas possam dar informações a respeito do suspeito.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

video-mostra-mulher-esfaqueada-na-cabeca-pelo-companheiro-em-unidade-de-saude-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Vídeo mostra mulher esfaqueada na cabeça pelo companheiro em unidade de saúde no litoral de SP

Um vídeo, obtido pelo g1 neste sábado (9), mostra momentos de tensão em uma Unidade de Saúde da Família (Usafa) instantes após uma mulher ser esfaqueada na cabeça e na mão pelo companheiro, dentro do local, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O caso ocorreu nesta sexta-feira (8), no Dia Internacional da Mulher. Segundo a prefeitura, o estado de saúde da vítima é estável (assista acima). O caso […]

today9 de março de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%