G1 Santos

Polícia prende suspeito de matar cabeleireira encontrada com as pernas amarradas com cadarço em casa; VÍDEO

today8 de julho de 2023 10

Fundo
share close

O homem, de 51 anos, suspeito de ter assassinado a cabeleireira Lindsey Rubio Rodrigues, de 40, encontrada morta dentro do próprio apartamento em Itanhaém, no litoral de São Paulo, foi preso por por policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). A vítima foi achada com as pernas amarradas e a cabeça coberta com cobertores. Imagens obtidas pelo g1 neste sábado (8) mostram a detenção.

Segundo a Polícia Civil, após reconhecimento fotográfico, análise das câmeras de monitoramento e dos relatos testemunhais, foi expedido um mandado de prisão temporária contra o suspeito, que foi encontrado na noite da última quarta-feira (5) em um quarto que ele aluga com o dinheiro de trabalhos que exerce como pedreiro, no bairro Corumba.

A princípio, os policiais trabalhavam com a informação de que ele era morador em situação de rua, mas, após a prisão do suspeito, descobriram que ele trabalha como pedreiro durante a semana e costuma passar os finais de semana na rua, em locais considerados pontos de tráfico de drogas.



Durante interrogatório, o suspeito negou a autoria do crime. Ele afirmou que outro morador em situação de rua teria matado a cabeleireira.

O suspeito contou que teria emprestado o cartão bancário encontrado no local do crime ao homem, que também é usuário de drogas.

Morador em situação de rua (à dir.) foi indiciado por suspeita de envolvimento na morte de cabeleireira (à esq.), de 40 anos, em Itanhaém, SP — Foto: Reprodução

Com o suspeito, os policiais da DIG encontraram um chinelo semelhante ao que foi utilizado no dia do crime, além de uma camiseta que estava com fios de cabelo — o material será encaminhado à perícia para comparação com os fios da vítima.

De acordo com apurado pelo g1, os policiais prosseguem com as diligências para identificar novas testemunhas que possam reconhecer o suspeito como autor do crime e finalizar as investigações.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) informou que o suspeito foi encaminhado à DIG de Itanhaém onde foi formalizada a captura e, posteriormente, conduzido à cadeia de Peruíbe, onde permanece à disposição da Justiça.

Imagens de monitoramento mostram cabeleireira horas antes de ter sido morta

Imagens de monitoramento mostram cabeleireira horas antes de ter sido morta

Um vídeo obtido com exclusividade pelo g1 mostra os últimos momentos de vida da cabeleireira.Nas imagens, registradas por câmera de monitoramento, é possível vê-la deixando o imóvel com um morador em situação de rua, de 51 anos, que foi indiciado pelo assassinato de Lindsey (veja o vídeo acima).

  • Antes das 16h: A vítima sai do apartamento acompanhada do suspeito pelo crime;
  • 16h: O homem retorna sozinho ao imóvel e tem o acesso ao local liberado por outra moradora;
  • 16h15: A vítima retorna sozinha ao apartamento;
  • 19h23: A câmera de monitoramento registrou o momento em que o suspeito saiu do prédio sozinho e, possivelmente, usando a chave da vítima.

Crime ocorreu no prédio em que a vítima morava, no bairro Oásis, em Itanhaém (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

menino-de-dois-anos-engole-cloro-e-queima-canal-digestivo:-‘so-vomitava-sangue’

G1 Santos

Menino de dois anos engole cloro e queima canal digestivo: ‘só vomitava sangue’

Um menino de dois anos engoliu cloro com desincrustante enquanto a mãe fazia faxina em São Vicente, no litoral de São Paulo. Stefani Pereira Vieira dos Santos, de 26 anos, contou ao g1 neste sábado (8) que Théo Santiago Cruz Pereira foi flagrado tomando o produto pela irmã mais velha, de cinco anos. A criança teve parte do canal digestivo queimado, além de diversas úlceras, e chegou a ser internada, […]

today8 de julho de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%