G1 Mundo

Por não reconhecer ano bissexto, software deixa postos de combustível sem gasolina na Nova Zelândia

today29 de fevereiro de 2024 12

Fundo
share close

Sistema que processa pagamento não identificou o dia 29 de fevereiro. Segundo a empresa, o serviço já foi normalizado.


Aviso em posto de combustível na Nova Zelândia alerta para falha em serviço de pagamento em todo o país — Foto: RYLAND JAMES / AFP



Diversos postos de combustível pararam de funcionar neste dia 29 de fevereiro na Nova Zelândia devido a um “bug” no software de pagamento, que não reconheceu o dia extra do ano bissexto.

As empresas Allied Fuel, Gull, Z Energy e BP, que operam no país, confirmaram que as bombas de combustível que funcionam em sistema de self-service, sem a presença de um funcionário, deixaram de funcionar por conta de problemas no sistema de pagamento.

John Scott, executivo do grupo Ivenco, que fornece o software de pagamento, confirmou que o sistema travou por conta de uma falha provocada pelo ano bissexto.

De acordo com Scott, o problema foi resolvido e as bombas de combustível da Nova Zelândia já estão funcionando normalmente. A empresa disse que vai investigar o ocorrido.

Como a Nova Zelândia está próxima à Linha Internacional de Mudança de Data, ela é um dos primeiros países a entrar em um novo dia – e, portanto, um dos primeiros a sofrer eventuais problemas causados pelo 29 de fevereiro, que ocorre a cada quatro anos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mais-de-100-morrem-durante-distribuicao-de-comida-em-gaza;-governo-do-hamas-diz-que-soldados-israelenses-abriram-fogo

G1 Mundo

Mais de 100 morrem durante distribuição de comida em Gaza; governo do Hamas diz que soldados israelenses abriram fogo

O governo do Hamas acusou soldados israelenses que intermediavam a distribuição de haver disparado contra a população do território palestino. Oficialmente, Israel não confirma que os soldados abriram fogo. Uma autoridade do governo de Israel disse à agência de notícias Reuters, sob condição de anonimato, que as tropas israelenses dispararam diversas vezes porque os soldados teriam se sentido ameaçados. O "New York Times" publicou um relato semelhante, também sem revelar […]

today29 de fevereiro de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%