G1 Mundo

Por que Ucrânia mudou data do Natal em ‘afronta’ à Rússia

today30 de julho de 2023 8

share close

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, transformou em lei um projeto de lei parlamentar que visava “abandonar a herança russa de impor celebrações de Natal”.

Nos últimos anos, Kiev tem cortado laços religiosos, culturais e outros com a Rússia, alinhando-se com o Ocidente.

Esse processo se intensificou após a invasão pela Rússia em 2022.



A lei também transfere mais dois feriados estaduais: o Dia do Estado Ucraniano, de 28 para 15 de julho, e o Dia dos Defensores, que comemora os veteranos das Forças Armadas, de 14 de outubro para 1º de outubro.

Moscou não fez comentários públicos sobre o assunto até a publicação desta reportagem.

Durante séculos, primeiro a Rússia imperial e depois a União Soviética dominada por Moscou tentaram — mas sempre falharam — controlar totalmente a Ucrânia.

Isso incluiu a imposição da autoridade da Igreja Ortodoxa Russa (ROC) sobre as igrejas da Ucrânia.

No entanto, em 2019, a recém-formada Igreja Ortodoxa da Ucrânia (OCU) obteve a independência do Patriarca Ecumênico Bartolomeu 1º , o líder espiritual dos cristãos ortodoxos em todo o mundo.

A medida provocou uma resposta furiosa na Igreja Ortodoxa Russa, que está defendendo abertamente a invasão da Ucrânia pelo presidente Vladimir Putin.

Até este ano, a Igreja Ortodoxa da Ucrânia (OCU),como várias outras igrejas ortodoxas, incluindo a Russa, comemorava o Natal em 7 de janeiro, de acordo com o calendário juliano.

Mas a Igreja Ortodoxa da Ucrânia (OCU) mudou oficialmente para o calendário gregoriano, usado na maior parte do mundo.

Nos últimos anos, muitos fiéis ucranianos se juntaram à Igreja Ortodoxa da Ucrânia (OCU), e a maioria deles agora provavelmente celebra o Natal em 25 de dezembro.

Haverá também aqueles que celebram o Natal duas vezes.

Ao mesmo tempo, milhões ainda seguem a Igreja Ortodoxa Ucraniana (UOC), outro ramo estabelecido com paróquias em todo o país. A UOC não comentou os últimos desenvolvimentos.

Esse ramo declarou oficialmente uma separação de Moscou em 2022, mas vários de seus clérigos foram recentemente processados ​​por atividades pró-Rússia.

A UOC diz que não há evidências para apoiar as acusações de colaboração.

O Monumento à Pátria em Kiev, uma das estátuas mais altas do mundo, perderá seu emblema soviético, que será substituído pelo brasão de armas da Ucrânia, o Tridente — Foto: GETTY IMAGES via BBC

A decisão da Ucrânia de mudar o Natal é o mais recente passo do país para se distanciar de seu vizinho.

Cidades e vilas em toda a Ucrânia recentemente viram os nomes de suas ruas ligadas a figuras históricas russas e soviéticas serem alterados.

Na mesma série de medidas, vários monumentos foram derrubados e os filmes russos feitos depois de 2014 foram proibidos na Ucrânia.

Essas medidas vieram após a anexação ilegal da península ucraniana da Criméia, no sul da Ucrânia, pela Rússia, em março de 2014.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Mundo

Audiência do Congresso sobre OVNIs foi um insulto para os funcionários dos EUA, diz oficial de alto escalão do Pentágono

De acordo com a agência, o oficial afirma que as alegações das testemunhas insultaram funcionários que investigam avistamentos de OVNIS e também a criticou a acusação de uma testemunha-chave de não cooperar com a investigação oficial do governo americano. O major aposentado da Força Aérea David Grusch testemunhou na última quarta-feira (26) que os EUA ocultaram o que ele chamou de programa de "várias décadas" para coletar e fazer engenharia reversa de "UAPs", ou fenômenos aéreos não identificados, o termo […]

today30 de julho de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%