G1 Mundo

Prefeito do Rio recebe chanceleres do G20 para o 2° dia do encontro

today22 de fevereiro de 2024 1

Fundo
share close

Após receber as delegações do G20 para um jantar no Palácio da Cidade na noite da última quarta-feira (21), o prefeito Eduardo Paes (PSD) participou, na manhã desta quinta-feira (22), da abertura do segundo dia de plenária dos chanceleres do grupo na Marina Glória, na Zona Sul do Rio.

O tema da possibilidade de reforma da governança global é uma das prioridades do Brasil durante seu ano a frente do G20. O objetivo do país é fazer avançar a agenda da reforma em órgãos de governança como a ONU e assim propor mudanças que possam facilitar a resolução de conflitos e impedir que novos desentendimentos possam surgir.

O encontro desta quinta tem previsão de terminar às 13h (horário de Brasília), com uma declaração final à imprensa. Essa declaração será apenas em caráter de formalidade –sem definições concretas–, já que o encontro é uma prévia para a Cúpula do G20 em 2024, que vai ocorrer em 18 e 19 de novembro.



O evento no Rio acontece em meio a uma crise do governo brasileiro com Israel. Antes do encontro do G20 na quarta (21), o presidente Lula se reuniu com Anthony Blinken, secretário de Estado dos Estados Unidos, em que discutiram “questões bilaterais e globais”, inclusive o conflito entre Israel e Hamas na faixa de Gaza.

Nesta quarta (21), o ministro Mauro Vieira (Relações Exteriores) abriu o encontro com um discurso segundo o qual o Brasil não aceita um mundo em que as diferenças sejam resolvidas pela força militar. Ele disse ainda que a ONU está “paralisada”.

Entre os participantes da reunião do G20, estão o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, e o ministro de relações exteriores russo, Sergei Lavrov, além de ministros e representantes dos 19 países que compõem o G20 mais a União Europeia e a União Africana.

O G20 é formado pelos seguintes membros:

  • África do Sul;
  • Alemanha;
  • Arábia Saudita;
  • Argentina;
  • Austrália;
  • Brasil;
  • Canadá;
  • China;
  • Coreia do Sul;
  • Estados Unidos;
  • França;
  • Índia;
  • Indonésia;
  • Itália;
  • Japão;
  • México;
  • Reino Unido;
  • Rússia;
  • Turquia;
  • União Europeia;
  • União Africana.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

governo-brasileiro-adota-prudencia-para-nao-ser-pautado-por-‘antidiplomacia-de-post’-de-israel

G1 Mundo

Governo brasileiro adota prudência para não ser pautado por ‘antidiplomacia de post’ de Israel

Segundo diplomatas, a hora é de adotar prudência e usar o tom certo nas falas, para não ser "pautado pela antidiplomacia de posts" adotada por Israel – e que atende somente aos interesses políticos do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. Lula errou ao comparar a ofensiva das forças israelenses na Faixa de Gaza após o ataque terrorista do Hamas em 7 de outubro de 2023 com o Holocausto nazista capitaneado por Adolf […]

today22 de fevereiro de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%