G1 Mundo

Príncipe Harry pede até US$400 mil em processo por escuta telefônica

today30 de junho de 2023 12

Fundo
share close

O príncipe britânico Harry está buscando uma indenização de até US$ 400 mil (R$ 1,92 milhão) do Mirror Group Newspapers (MGN), segundo documentos judiciais divulgados nesta sexta-feira (30).

Harry e mais de cem outras pessoas estão processando a MGN, editora dos tablóides “Daily Mirror”, “Sunday Mirror” e “Sunday People”, acusando-os de atividades ilegais generalizadas entre 1991 e 2011.

Eles dizem que os jornalistas do grupo de mídia ou investigadores particulares contratados por eles realizaram grampo telefônico em “escala industrial”, obtiveram detalhes privados por engano e realizaram outros atos ilícitos para descobrir informações sobre eles.



Harry afirma que foi alvo do MGN por 15 anos e que mais de 140 matérias que apareceram em seus jornais foram resultados da coleta ilegal, embora o julgamento esteja considerando apenas 33 delas.

O tribunal também pode considerar se Harry tem direito ao que é conhecido como danos agravados, que podem ser concedidos para compensar o requerente por sofrimento adicional causado pelas ações do réu.

O MGN argumenta que nenhuma das 33 matérias foi resultado da coleta ilegal de informações. A empresa diz que não há evidências de que o telefone de Harry foi grampeado e que algumas das informações pessoais sobre Harry vieram de, ou com o consentimento de, assessores de alto escalão do Palácio de Buckingham.

A editora argumenta que Harry não deve receber mais do que US$ 47 mil (R$ 226,6 mil), mesmo que ganhe em todas as 33 matérias, conforme os documentos divulgados.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

suprema-corte-dos-eua-derruba-plano-de-biden-para-cancelar-divida-de-estudantes;-casa-branca-discorda-da-decisao

G1 Mundo

Suprema Corte dos EUA derruba plano de Biden para cancelar dívida de estudantes; Casa Branca discorda da decisão

A Suprema Corte dos EUA derrubou nesta sexta-feira (30) o plano do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de cancelar US$ 430 bilhões (R$ 2,76 trilhões) em dívidas de empréstimos estudantis - medida que pretendia beneficiar até 43 milhões de americanos. Os juízes norte-americanos decidiram contra Biden em uma votação de 6 a 3, favorecendo os conservadores que se opuseram à política do democrata. Os republicanos criticaram o projeto alegando […]

today30 de junho de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%