G1 Mundo

Procurador especial poupa Biden de acusações criminais, mas dá munição para Trump ao descrever seu declínio cognitivo

today9 de fevereiro de 2024 9

Fundo
share close

O duro retrato da conduta e da acuidade mental de Biden fornecido pelo procurador foi um presente para o adversário Donald Trumpapenas quatro anos mais novo e ele, sim, réu num processo por reter lotes de material secreto do governo americano em sua residência na Flórida.

Favorito a obter a indicação republicana para disputar, em novembro, a presidência dos EUA, o ex-presidente recebeu de bandeja munição gratuita para torpedear Biden. Sua campanha deflagrou imediatamente os habituais ataques ao presidente, embalados no etarismo.

Ninguém lembrará do relatório de Hur por ter poupado Biden de acusações criminais, mas pela descrição detalhada de seu declínio cognitivo, como se fosse um geriatra referindo-se a um paciente:



“É homem idoso simpático, bem-intencionado e com uma memória ruim”, relatou o procurador, nomeado em 2017 por Trump para o cargo.

Em outras palavras, segundo ele, Biden estava velho demais para se dar conta de que compartilhou documentos confidenciais.

A esta altura, não havia como conter os danos.

Ao responder a uma pergunta sobre a guerra em Gaza, Biden ainda confundiu o presidente do Egito, general Abdel al-Sisi, com o do México. Em uma semana, Biden cometeu outras gafes: relatou episódios vividos com Angela Merkel e Emmanuel Macron como se tivessem ocorrido com Helmut Kohl e François Mitterrand, que já morreram.

Neste capítulo, Trump, que retrata Biden como mentalmente incapaz para o cargo, também tem sido traído pela memória. Chamou Nikki Haley, sua adversária na corrida republicana, de Nancy Pelosi, a ex-presidente democrata da Câmara de Representantes. O republicano já confundiu Biden com Obama e disse que, com o presidente no poder, os EUA chegariam rapidamente à “Segunda Guerra Mundial”.

Uma pesquisa da CNN publicada em novembro indicou que apenas 25% dos americanos acreditam que Biden tenha resistência para servir novamente como presidente. Quando se trata de Trump, o índice aumenta para 53%.

Seja um ou outro, o fato é que ao fim dos próximos quatro anos, a Casa Branca será comandada por um octogenário e não há como mudar essa realidade.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

principe-harry-faz-acordo-com-jornal-britanico-em-processo-por-celular-grampeado

G1 Mundo

Príncipe Harry faz acordo com jornal britânico em processo por celular grampeado

O príncipe Harry alcançou um acordo com a editora do jornal Daily Mirror, que processava por grampos em seu celular, anunciou nesta sexta-feira (9) o advogado de Harry. Pelo acordo, ele receberá indenização "substancial" e, em troca, desistirá do processo, que havia aberto em 2022. Em dezembro, o Supremo Tribunal decidiu que Harry tinha sido vítima de recolha ilegal de informações, incluindo escutas clandestinas por parte de jornalistas dos tablóides […]

today9 de fevereiro de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%