G1 Mundo

Promotores dizem a Trump que ele é investigado em caso de documentos que ele levou para casa, diz imprensa dos EUA

today8 de junho de 2023 6

Fundo
share close

Dois veículos de notícias deram essa informação, a rede ABC News e o site Politico (esse último afirma que os procuradores enviaram uma carta a Trump na qual relatam que ele é investigado).

O Departamento de Justiça normalmente notifica as pessoas quando elas se tornam alvos de uma investigação para que elas possam juntar suas próprias evidências que podem provar sua inocência se o caso prosseguir, mas isso não implica obrigatoriamente uma acusação criminal.

Páginas do documento que permitiu ação do FBI na casa de Donald Trump, em Mar-a-Lago — Foto: Jim Bourg/REUTERS



A notificação à equipe jurídica de Trump foi revelada dois dias depois que advogados dele se reuniram com autoridades do Departamento de Justiça para discutir o caso.

A campanha de Trump não respondeu imediatamente a um pedido de comentário, e os advogados dele ainda não deram declarações sobre o caso.

Relembre o caso dos documentos

Em agosto de 2022, investigadores apreenderam cerca de 13 mil documentos em uma das casas de Donald Trump, em Mar-a-Lago, na Flórida. Cem desses estavam marcados como sigilosos, embora um dos advogados de Trump tivesse afirmado no passado que todos os registros com marcas de sigilosos haviam sido devolvidos ao governo.

Trump já defendeu a retenção dos documentos, ele afirmou que, quando ainda era presidente, ele tirou o sigilo dos documentos. No entanto, Trump nunca apresentou evidências de que ele realmente tirou o sigilo dos documentos, e os advogados nem mesmo apresentaram esse argumento na Justiça.

Uma segunda investigação criminal está analisando supostos esforços de Trump e seus aliados para reverter a derrota dele nas eleições de 2020 para o presidente democrata Joe Biden.

Trump é o favorito na corrida pela indicação presidencial republicana de 2024 para desbancar Biden.

Trump é o primeiro presidente dos Estados Unidos, atual ou passado, a enfrentar acusações criminais, tendo se declarado inocente em abril das acusações de delitos graves apresentadas pelo procurador do distrito de Manhattan por falsificação de registros comerciais relacionados a pagamentos de silêncio a uma estrela pornô antes de sua eleição em 2016.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

70-bebes-e-criancas-morrem-de-fome-em-orfanato-em-meio-a-conflitos-no-sudao

G1 Mundo

70 bebês e crianças morrem de fome em orfanato em meio a conflitos no Sudão

A tragédia no orfanato Al Mayqoma ganhou as manchetes no final do mês passado, quando os combates na capital, Cartum, se intensificaram entre o exército sudanês e o grupo paramilitar Forças de Apoio Rápido (FAR). As mortes destacam o alto número de vítimas civis desde meados de abril, quando eclodiram combates entre as forças leais ao general Abdel-Fattah Burhan e membros das FAR lideradas pelo general Mohammed Hamdan Dagalo. Entre […]

today8 de junho de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%