G1 Mundo

Protestos no Irã: ‘Você não imagina o quanto me bateram na prisão’

today3 de janeiro de 2023 8

Fundo
share close

Investigação da BBC revela que mulheres presas nos protestos estão sendo submetidas à violência e tortura nas mãos das autoridades nos centros de detenção espalhados pelo país.


Em mais de três meses de protestos no Irã, milhares de manifestantes foram presos — muitos deles, mulheres.



Uma investigação da BBC revelou que essas mulheres estão sendo submetidas à violência, tortura e assédio sexual nas mãos das autoridades nos centros de detenção espalhados pelo país.

As famílias delas são frequentemente ameaçadas, e elas são impedidas de se manifestar, mas os poucos relatos que vêm à tona mostram um quadro sombrio do tratamento dado às mulheres.

Neste vídeo, você confere alguns depoimentos dados à BBC, como o de Yalda Agha Fazli, de 19 anos.

“Nunca me bateram tanto nos meus 19 anos de vida como nos últimos 12 a 13 dias. Você não pode nem imaginar o quanto eles me bateram”, contou Yalda, após ser liberada de uma das prisões de Teerã.

Os protestos começaram em setembro deste ano em resposta à morte de uma jovem que estava sob custódia da polícia da moralidade em Teerã.

Mahsa Amini, de 22 anos, foi detida por supostamente não cumprir o rígido código de vestimenta do país, que exige que as mulheres cubram a cabeça e usem hijab.

Desde então, os manifestantes desafiam a repressão mortal das forças de segurança, que já deixou centenas de mortos.

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

a-tragica-morte-de-ken-block,-piloto-famoso-por-acrobacias-‘impossiveis’-no-youtube

G1 Mundo

A trágica morte de Ken Block, piloto famoso por acrobacias ‘impossíveis’ no YouTube

O mundo do automobilismo está de luto pela morte de Ken Block, o famoso piloto que se tornou uma estrela do YouTube graças à sua série de vídeos Gymkhana, na qual realizava acrobacias, piruetas e manobras com diversos tipos de veículos. Block morreu aos 55 anos em um acidente com um snowmobile (veículo de neve). Ele estava descendo uma ladeira íngreme quando o veículo capotou e caiu sobre ele, segundo […]

today3 de janeiro de 2023 22

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%